Scala e Pompeia: cidades escolhidas para o segundo ciclo novenário

Na região da Campânia, Santo Afonso nasceu e fundou a Congregação do Santíssimo Redentor.

DESTAQUE_ESPECIAL_2016_11_11_001As cidades de Pompeia e Scala também fazem parte do itinerário do segundo ciclo das Novenas Internacionais na Itália. As duas cidades ficam a menos de 50 km uma da outra e pertencem à mesma região da Itália, Campânia. O Programa Pai Eterno desta sexta-feira, 11, mostrou que as cidades são lugares de forte manifestação religiosa e ideal para oração e reflexão. (Assista ao vídeo abaixo)

É nessas cidades que o Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás, Pe. Robson de Oliveira, vai rezar as novenas de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e o Santo Terço. Em Pompeia, fica a Basílica de Nossa Senhora do Rosário, e a história deste templo começa com uma devoção da região, iniciada pelo Beato Bártolo Longo. “Através da súplica a Virgem do Santo Rosário que chamamos de Maria Santíssima, e lhe pedimos para implorar a misericórdia ao seu filho divino e de vencer com a clemencia o coração do pecador. Essa oração de súplica foi escrita em 1893 pelo fundador do santuário, pelas suas obras de caridade do beato Bártolo Longo, é um convertido”, ressaltou Dom Tommaso Caputo, arcebispo de Pompeia.

A Basílica de Nossa Senhora do Rosário fica no centro de Pompeia. A praça do templo religioso é cheia de fontes de água e plantas, um ambiente agradável, muito frequentado pelos moradores da cidade. A fachada, rica em detalhes, foi inaugurada em cinco de maio de 1901, quando o Beato Bártolo Longo ainda estava vivo.

“O Santuário de Pompéia foi fundado por Bártolo Longo, um jovem advogado, que em 1872, andando pelos campos da região, sentiu o chamado da Virgem do Santo Rosário e começou a catequizar os camponeses. Reestruturou a pequena igreja paroquial do Santíssimo Salvador e decidiu com o apoio do bispo reerguer uma nova igreja dedicada a Nossa Senhora do Rosário, onde a primeira pedra foi colocada em 8 de maio de 1876”, relatou Dom Tomasso.

DESTAQUE_ESPECIAL_2016_11_11_004De acordo com o Vice-Reitor da Basílica de Nossa Senhora do Rosário, Pe. Ivan Licinio, no Santuário são rezadas missas diariamente, e por ano, cerca de dois milhões de peregrinos passam pela Basílica em busca da intercessão de Nossa Senhora do Rosário. “O Sacramento que mais celebramos no Santuário é o da Reconciliação, a Confissão. Outro obviamente é a celebração da missa, mas o coração de nossa proposta pastoral é a pregação do Santo Rosário feito pelas intenções de João Paulo II em seu documento”, pontuou.

Por Pompéia ser a cidade onde nasceu Santo Afonso, a Basílica de Nossa Senhora do Rosário não poderia deixar de lembrar esse santo da Igreja. Um afresco, por exemplo, retrata um momento de inspiração de Santo Afonso, quando ele compõe uma de suas mais conhecidas canções que retrata o nascimento de Jesus.

“Eu sou muito ligado ao Santuário de Pompeia porque eu recebi um milagre de Nossa Senhora de Pompeia. Há 44 anos eu e minha irmã estávamos condenados a morte, porém Nossa Senhora de Pompeia nos salvou e por esse motivo somos muito devotos a Mãe do Rosário. Através de Santo Afonso rezo por mim, meu protetor”, relatou o devoto Alfonso Gambazolevc.

Veja também:

DESTAQUE_ESPECIAL_2016_11_11_005A pintura de Nossa Senhora do Rosário, com sua moldura dourada é apresentada aos peregrinos no altar-mor. É neste ambiente que Pe. Robson reza a Novena de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro no segundo ciclo novenário.

A equipe de reportagem do Programa Pai Eterno também esteve em Scala, outra cidade onde os devotos do Brasil vão rezar com o Pe. Robson. A cidade fica entre os montes da Itália e era para onde Santo Afonso ia sempre quando queria ficar a sós com Deus na oração. Foi na cidade, que ele teve o encontro que marcou para sempre sua vida. A própria Virgem Maria apareceu para Santo Afonso e foi aí que surgiu a inspiração para que ele criasse a Congregação do Santíssimo Redentor.

Na gruta de Scala, Pe. Robson vai contemplar os mistérios do Santo Terço. “A missão em Scala é aquela da evangelização, levar a boa notícia. A abundante redenção no estilo afonsiano. Em todos os lugares e também neste aqui, de maneira especial, como origem da nossa congregação”, afirmou Dom Tommaso.

DESTAQUE_ESPECIAL_2016_11_11_007Além da gruta, Scala guarda ainda hoje marcas da fundação da Congregação do Santíssimo Redentor. A vista é panorâmica. De um lado, a cidade esculpida quase em meio às pedras do monte, do outro o mar da costa amalfitana. Um ambiente muito agradável silencioso, propício à reflexão e oração.

Essa semana, o Programa Pai Eterno apresentou a trajetória de Afonso, através de lugares que marcaram a história deste Santo de nossa Igreja e que lembram a espiritualidade vivida e incentivada por ele. Vimos como sua missão foi decisiva na história da Igreja Católica e como transformou e continua transformando a vida de muitos que decidem viver para Deus.

Confira a versão completa desta reportagem no Canal Pai Eterno, no Youtube.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store