Devoção além das fronteiras: conheça Vicenzina di Benedetto

  05 de julho de 2018 • 11h28 • Atualizado em 11/07/2018 • 10h39

Durante os dez dias de Festa em louvor ao Divino Pai Eterno não é difícil encontrar belas histórias de devoção. Muitas pessoas, mesmo já tendo passado por dificuldades, não perderam a alegria de viver. Este assunto foi destaque no Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 5 de julho.

A aposentada Vicenzina Antonia di Benedetto viveu momentos especiais em sua vida. Participou da Romaria da Vila São Cottolengo, esteve no altar em duas celebrações presididas pelo Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás, Pe. Robson de Oliveira, e, ainda, está hospedada na casa das irmãs da Copiosa Redenção.

Mas nem sempre foi assim. Mulher guerreira, mãe de três filhos e com grandes desafios: “Eu nasci a 120 quilômetros de Salerno, na Campania, sul da Itália, minha cidade chama Montano”, contou a aposentada.

Vicenzina explicou como a devoção ao Pai Eterno entrou em sua vida: “Eu nunca tinha ouvido falar. Um dia parei para assistir à Novena e fiquei encantada. O Espírito Santo me tocou, principalmente a parte da Adoração ao Santíssimo Sacramento. O dia em que eu acordei e vi o CD Orante debaixo da porta, eu chorei muito, ria, tudo isso de alegria. Cada vez mais fui me envolvendo. Era o meu sonho conhecer a Casa do Pai e vir à Festa.”

A devota passou por vários cantos do Santuário Basílica e se emocionou: “Aqui tudo é especial. Eu estou vivendo um sonho. Nunca poderia acreditar que seria tão maravilhoso assim. Para entender, só vindo aqui mesmo”, afirmou.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também