Gratidão: devoto atribui à fé no Pai Eterno cura de linfoma

  06 de julho de 2018 • 11h23 • Atualizado em 12/07/2018 • 11h28

Nossa equipe foi conhecer a história de um devoto que, em meio a uma dificuldade, nunca perdeu a fé e a esperança. A confiança no Pai Eterno foi fundamental para alcançar a graça que tanto precisava. Conheça o Dr. Heleno César Magalhães.

O médico, formado pela Universidade Federal de Uberlândia, em Minas Gerais, se especializou em Cirurgia Geral e Endoscopia Digestiva. Foram também quase três anos na França trabalhando com cirurgia de via biliar. Quando voltou ao Brasil, sempre atuou na área do aparelho digestivo.

Heleno César sempre frequentou a igreja, mas, há quatro anos, sua história de vida mudou. De lá para cá, todas as experiências, como passar pela Fita do Beijamento, por exemplo, teve novo sentido. “Fui acometido por um linfoma de células T e me fez ser submetido à quimioterapia por seis ciclos. Isso debilita muito o organismo. Eu tive que fazer transfusões de sangue, usar medicamento venoso e me senti enfraquecido”, explicou o médico.

Uma força tão grande cresceu dentro dele e o ajudou a se fortalecer. Foi quando começou a sentir o real efeito do tratamento: “o  a funcionar, você vai sentindo a sua recuperação, vai sentindo a sua cura. Até então, eu me julgava fraco na fé e hoje me sinto muito fortalecido. Quando chego aqui, realmente é edificante”.

Após a graça recebida, ele quis retribuir e, por isso doou três dias de trabalho durante a Romaria de Trindade. “O sentimento mais nobre do ser humano é a gratidão e, depois que recebi esta graça, preciso ser grato pelo resto da minha vida. Estarei sempre disponível para as oportunidades que surgirem”, concluiu.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também