Uma história de fé, cura e gratidão ao Pai Eterno

  06 de dezembro de 2018 • 12h09 • Atualizado em 11/12/2018 • 12h44

Centenas de romeiros visitam a Capital da Fé de Goiás, Trindade (GO), em agradecimento ao Pai Eterno por bênçãos já recebidas. Em gratidão eles testemunham o amor e o cuidado do Pai.  O Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 6, mostrou a história de devoção e fé da aposentada Maria Aparecida de Oliveira, de Abre Campo (MG). Ela esteve no Santuário Basílica para agradecer pela cura em sua saúde. (Assista ao vídeo abaixo)

Foi em uma fase difícil de sua vida, Maria Aparecida conheceu a devoção ao Pai Eterno. “Eu estava passando por um momento tão difícil e passou o Pe. Robson na TV dando a bênção, colocando a água. E eu assisti com as bênçãos do Pai Eterno”, contou.

Ela enfrentou uma grande batalha ao descobrir que poderia perder a visão, mas entregou tudo nas mãos do Pai Eterno.  “De uma hora para a outra minhas vistas foram escurecendo e eu senti muita dor. Eu cheguei e a médica foi me olhar e disse que eu estava com glaucoma no olho, já tinha perdido 50% da visão e teria que fazer uma cirurgia a laser naquela hora. Eu ouvi aquilo e só pedia ao Pai Eterno e estava muito confiante no tratamento. Ela me deu sete colírios e disse que era para eu voltar. Quando eu cheguei lá, ela não sabia nem como dizer, a minha doença era rara”, relatou.

Veja também:

Segundo a devota, a doença era rara, mas tudo foi superado tudo com o coração leve, sempre acreditando no poder do amor ao Divino. “Eu tinha que ficar internada para receber um medicamento que poderia dar uma reação. Se eu não tomasse o remédio ficaria cega. Eu sabia que o Divino Pai Eterno não iria me deixar. Eu tomei o medicamento, deu tudo certo e eu estou curado. Faço o meu controle, e estou curada!”, contou.

E não é só Maria Aparecida que é exemplo claro do amor do Divino Pai Eterno, mas a vida de sua família também, que sempre está nas mãos Dele. “O meu filho teve um AVC com 20 anos e eu pedi ao Pai Eterno para ele não ficar com sequelas. E ele não ficou!”, disse.

No coração da devota,  apenas um sentimento: gratidão.  “O Divino Pai Eterno é o Pai, o Filho e o Espírito Santo que está em mim e na vida da minha família”, concluiu.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também