Confira uma entrevista especial com o novo Superior Provincial

  08 de janeiro de 2019 • 12h01 • Atualizado em 10/01/2019 • 14h45

O Programa Pai Eterno desta terça-feira, 8, exibiu uma entrevista especial com o novo Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás, Pe. André Ricardo de Melo. Ele falou sobre as expectativas e projetos para a nova função, que cumprirá nos próximos quatro anos. (Assista ao vídeo abaixo)

Pedro Henrique Rabelo:  Pe. André, o que significa a função de Superior Provincial? Qual será a sua demanda a partir de agora?

Pe. André Ricardo de Melo:  O Superior Provincial é quem anima toda a Província e os confrades.  O nosso caso, aqui na Província de Goiás, todos os confrades que compõem a unidade redentorista de Mato Grosso, Distrito Federal e Tocantins. Os redentoristas que estão dentro deste território fazem parte desta província e o Provincial é o animador, tem a missão de animar todos os congregados, os redentoristas no exercício da sua missão.

Pedro Henrique Rabelo: Eu gostaria que o senhor explicasse o que significa neste momento da sua vida se tornar Superior de uma Província tão importante.

Pe. André Ricardo de Melo: Primeiro, é um desafio grande, pois eu não tinha, até o momento, me imaginado nesta condição. Eu sempre, desde seminarista muito jovem, eu sonhava com a missão de estar em lugares mais desafiantes. Por isso, vivi um bom tempo do meu ministério no Mato Grosso, depois eu estava vivendo a realidade de estudante nos últimos tempos, lá em Roma.  Não pensava em assumir essa missão, essa função dentro da Província, mas quando  os meus confrades me indicaram, alguns começaram a ligar dizendo que iriam indicar o meu nome, que estavam contando comigo no exercício desta função, a situação acho que foi de gratidão e alegria, porque os confrades confiaram a mim esta missão que é muito importante de um grupo significativo não só em Goiás, mas também na Igreja do Brasil, com grandes frentes missionárias e grandes obras que temos.

Pedro Henrique Rabelo: Padre, como é vivenciar o carisma de Santo Afonso Maria de Ligório nesta função que o senhor está exercendo?

Pe. André Ricardo de Melo: Acredito que o provincial por ser aquele que anima os confrades no exercício da missão enquanto redentorista, ele é o guardião do carisma redentorista. Por isso, que ele tem tudo a ver com o carisma de Santo Afonso, no nosso caso, o carisma redentorista, porque o provincial deve ser aquele que guarda e garante com que todos os confrades vivam o carisma redentorista no exercício da sua missão onde estão.

Pedro Henrique  Rabelo: Qual é a visão que o senhor tem, principalmente da devoção, dos devotos do Divino Pai Eterno, sobre a cidade de Trindade, que em todos finais de semana acolhe muitas pessoas vindas de todas as partes do Brasil? Como o senhor vê a devoção ao Divino Pai Eterno?

Pe. André Ricardo de Melo: Eu sou um verdadeiro apaixonado pelo Santuário Basílica e pela devoção ao Divino Pai Eterno, porque cresci à sombra do Santuário, como um goiano que sou, eu não poderia olhar esta devoção com outros olhos, que não com uma certa paixão. Primeiro, porque a minha história está muito ligada a ela. O meu Batismo, que é a entrada na vida cristã, eu recebi ali em Trindade. Então, para mim é muito importante, diz muito na minha vida. Agora, no cenário da nossa Congregação na Igreja do Brasil, é de uma importância tremenda. Podemos dizer seguramente, que é uma das maiores romaria do Brasil, que agrega e atrai milhares de devotos todos os anos para Trindade. Então, é uma missão importante e bela, pois estamos falando do amor de Deus Pai. Não tem nada mais importante do que isso, é o coração da mensagem cristã: Dizer, levar, o amor do Pai Eterno.

Pedro Henrique Rabelo: No ano passado, nós acompanhamos de perto uma reestruturação mundial que aconteceu dentro da Congregação Redentorista. Qual a importância disso se concretizar a partir deste ano de 2019?

Pe. André Ricardo de Melo: Esse processo de  reestruturação que tem como meta liberar mais confrades para que possamos colaborar mais com a missão da Igreja, de um modo mais profundo, ele é muito importante, pois isso ajudará a congregação a viver aquilo que é essencial da vida dela, que é ser missionária com todos os confrades a serviço do povo de Deus  na Igreja.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Veja Também