Confira entrevista com o novo diretor das Obras Sociais

  04 de fevereiro de 2019 • 10h55 • Atualizado em 06/02/2019 • 11h52

O Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 4, exibiu uma entrevista com o novo diretor das Obras Sociais Redentoristas, Pe. Domingos Cardoso Preste. O Missionário Redentorista falou sobre as expectativas para os próximos quatro anos em que estará à frente deste trabalho missionário. (Assista ao vídeo abaixo)

Dayane Rodrigues: Padre, como o senhor se sente sendo o novo diretor de um trabalho tão bonito e evangelizador?

Pe. Domingos Cardoso: Bastante desafiado. É um trabalho desafiador, exigente e que nós estamos começando com coragem, aprendendo, e vamos trabalhar juntos já que as Obras Sociais têm um grande número de pessoas, um grande número de colaboradores. Então, minha intenção é trabalharmos juntos, em parceria, sempre fazendo o bem às pessoas que necessitam.

Dayane Rodrigues: Quais as expectativas para os próximos anos?

Pe. Domingos Cardoso: As Obras Sociais sempre têm um caráter forte, que é o amor, acompanhado do zelo, do bom atendimento. Então, eu creio que esses princípios básicos  vamos mantê-los e aprimorá-los para que nesses anos as Obras Sociais Redentoristas possam ser um marco na vida das pessoas atendidas.

Dayane Rodrigues: Padre, para 2019 tem algum projeto à vista?

Pe. Domingos Cardoso: Teremos algumas inovações. Já no mês de março, um grande envolvimento do Centro Social São Clemente, que é um santo redentorista, que teve um grande projeto voltado para as pessoas simples, pobres. Então, queremos marcar esta data fazendo um evento, chamando as pessoas para participar de atividades sociais de atendimento na área da saúde e outras.

Dayane Rodrigues: Padre, as Obras Sociais realizam um trabalho transformador com as crianças. Quais as atividades que serão desenvolvidas com elas?

Pe. Domingos Cardoso: Primeiramente garantir o atendimento juntamente com as famílias. Não queremos assumir a paternidade das crianças. Queremos trabalhar com elas para o seu desenvolvimento humano, social, psicológico e crescimento como pessoa, integrando-a na sociedade. Então, os centros sociais querem colaborar com a família, ajudar no crescimento da criança.

Dayane Rodrigues: As Obras Sociais rompem as barreiras, saem dos centros sociais e interagem com as comunidades. Por que isso é importante?

Pe. Domingos Cardoso: Todo trabalho tem que ser interativo. Trabalhamos a criança, mas precisamos também trabalhar com a família. Sempre no processo de crescimento, de integração, união, favorecendo o bom relacionamento, a dinâmica da vida, que deve marcar sempre todos nós, buscando viver em um mundo feliz, sendo feliz e disposto a colaborar para que o mundo seja melhor.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Veja Também