Testemunhos

  • Em setembro de 2012, minha avó Maria, com 85 anos, sofreu uma queda que causou a fratura de sua clavícula. Imediatamente foi levada ao… Continue lendo

    Em setembro de 2012, minha avó Maria, com 85 anos, sofreu uma queda que causou a fratura de sua clavícula. Imediatamente foi levada ao hospital e seu quadro se agravou, pois ela começou a sentir falta de ar e uma dor muito forte na perna esquerda e não conseguia andar. Foi transferida para Poços de Caldas de ambulância, no balão de oxigênio. Os médicos constataram que precisaria de cirurgia, mas não poderia ser feita devido sua idade avançada e por ela ter anemia severa. Ficou internada e a cada dia sua saúde piorava. Mesmo com muitas complicações adquiridas: pulmão encharcado, falta de ar, cirrose hepática, anemia entre outros problemas, não perdemos a fé. Rezava diariamente a novena do Divino Pai Eterno pedindo com muita devoção que Ele colocasse as mãos sobre ela lhe restabelecesse a saúde, e tomava a água benta por ela . Ao final de 15 dias ela recebeu alta e está completamente curada e com mais saúde do que antes! De todo meu coração, te agradeço, Pai Eterno!!!!!

    Por: Miriam de Fátima Ribeiro Melo
    Botelhos - MG
    15/04/2013

  • Meu filho estava procurando seu primeiro emprego e mesmo fazendo faculdade não conseguia um trabalho. Fazia testes em vários lugares, mas… Continue lendo

    Meu filho estava procurando seu primeiro emprego e mesmo fazendo faculdade não conseguia um trabalho. Fazia testes em vários lugares, mas não era chamado. Em minhas orações sempre colocava meu filho nos Braços do Pai Eterno e para honra e glória do Senhor ele conseguiu seu emprego na área que tanto queria. Estamos muito felizes e crendo ainda mais que tudo é pela vontade do Pai, que devemos sempre ter fé. Agradeço ao Divino Pai Eterno pela graça alcançada. Amém!

    Por: Zilda Gomes Diniz Santos
    Osasco - SP
    15/04/2013

  • Em 2009, eu estava grávida de 27 semanas, mantendo repouso, pois tinha o risco de ter pressão alta, quando percebi que minha filha parou… Continue lendo

    Em 2009, eu estava grávida de 27 semanas, mantendo repouso, pois tinha o risco de ter pressão alta, quando percebi que minha filha parou de se mexer. Liguei para minha médica e ela pediu que eu fosse para o hospital. Chegando lá, exames constataram que minha filha estava morrendo. Havia oxigênio apenas no cérebro. A médica optou por me dar injeções para que ela tivesse alguma chance de sobreviver. Com essa injeções eu também corria risco. Teríamos que esperar quatro dias, mas não foi possível e ela nasceu no terceiro dia por meio de uma cesariana, com apenas 700 gramas. Também quase morri no parto. Foram quatro meses no hospital. Houve ocasiões que pensei que minha filha não sobreviveria. Minha mãe, muito devota do Divino Pai Eterno, já fazia há muito tempo a novena na nossa intenção . Graças ao Pai Eterno, minha filha saiu do hospital e sem nenhuma sequela. Obrigada Divino Pai, por atender as nossas preces. Amém!

    Por: Marilucia Alves da Silva
    São paulo - SP
    14/04/2013

  • Minha irmã, Anivalda Carleti Pereira Saito, teve uma gestação muito complicada. Minha mãe e ela acompanhavam a novena do Divino Pai… Continue lendo

    Minha irmã, Anivalda Carleti Pereira Saito, teve uma gestação muito complicada. Minha mãe e ela acompanhavam a novena do Divino Pai Eterno e todos os dias minha mãe passava a água benta em sua barriga e dava para ela tomar. Minha irmã começou a perder líquido e foi para o hospital com muitas dores. Era necessário fazer cesária, mas naquele hospital não havia recursos para realizar um parto de risco e de uma criança prematura. Depois de vencer algumas dificuldades surgiu uma vaga em outro hospital, porém ainda era preciso uma UTI para o bebê. Minha irmã ficou esperando essa vaga por mais dois dias. No entanto, ao fazer uma ultrassom verificou-se que o bebê estava em sofrimento fetal. Tiveram que fazer o parto, com urgência, no dia 25 de janeiro de 2013. O bebê nasceu e não precisou ir de imediato para a UTI. No entanto dias depois começou ter dificuldades para respirar, mas graças a misericórdia do Divino Pai Eterno, conseguimos uma vaga para ele. O Davi ficou apenas um dia na UTI e hoje, ele é mais uma alegria na nossa família, menino forte e com muita saúde, graças ao Divino Pai Eterno. Amém!

    Por: Ana Neide Carleti Pereira
    Domingos Martins - ES
    14/04/2013

  • Minha filha, de vinte anos, após descer as escada de casa, escorregou na água da chuva que entrou pela janela, batendo fortemente com a… Continue lendo

    Minha filha, de vinte anos, após descer as escada de casa, escorregou na água da chuva que entrou pela janela, batendo fortemente com a cabeça, deixando todos muito preocupados. A levamos imediatamente ao hospital local, onde ficou de observação por algumas horas, sendo liberada mas com recomendações para que continuasse de repouso. Porém, no dia seguinte, ela sentia muita dor de cabeça e no corpo e tivemos que levá-la novamente ao hospital. Foi submetida a alguns exames e os médicos ao analisarem o raio-X, constataram que ela tinha trincado o crânio. Imediatamente foi pedido pelos mesmos para que fosse feita uma tomografia em uma cidade vizinha. Fiquei em casa em oração, pedindo ao Divino Pai Eterno para que esse não fosse o real diagnóstico, pedindo por sua vida. No fim da tarde liguei para o meu marido para saber o resultado do exame e graças ao Pai Eterno por intercessão da Virgem Maria, a tomografia não acusou nenhum problema, minha filha está muito bem. Amém!

    Por: Ana Lúcia Pereira Gonçalves
    São João do Paraíso - MG
    14/04/2013

  • Minha filha, Maria Gardênia, começou a passar muito e antes de descobrir o que tinha, passou uma semana internada fazendo exames num … Continue lendo

    Minha filha, Maria Gardênia, começou a passar muito e antes de descobrir o que tinha, passou uma semana internada fazendo exames num hospital em Aracaju. Até os médicos constataram que ela estava com uma bactéria e que esta havia destruído uma válvula do coração. Foi submetida a cirurgia, onde os médicos deram-lhe apenas um por cento de chances de continuar viva. Sou devota do Pai Eterno e em nenhum momento me deixei abater por essa possibilidade. Continuei fazendo a novena confiante na recuperação da minha filha. Foram dois meses e meio de muito sofrimento, mas hoje estou muito feliz porque ela está recuperada e não tem nenhuma sequela. Dou graças ao Pai Eterno e a todos vocês por levar até nossas casa essa abençoada novena. Amém!

    Por: Maria de Lourdes Souza Andrade
    Penedo - AL
    14/04/2013

  • Em julho de 2012, descobri que estava gravida, uma graca alcancada depois de um ano de inúmeras tentativas e orações pedindo a Deus que… Continue lendo

    Em julho de 2012, descobri que estava gravida, uma graca alcancada depois de um ano de inúmeras tentativas e orações pedindo a Deus que nos concedesse essa bênção. No entanto, aos 3 meses de gestação, ao fazer um exame de translucência nucal, foi constatado alteração o que implicava em uma possibilidade de doença cromossômica. A indicação seria um exame do líquido amniótico que implicava em risco para o bebê. Inicialmente meu marido e eu optamos por fazê-lo. Comecei a acompanhar a novena do Divino Pai Eterno e então nossos corações foram tocados e decidimos não fazer esse exame. Passei a acompanhar a novena diariamente, bebendo e ungindo a barriga com a água benta, pedindo que o Pai Eterno livrasse meu filho de qualquer doença. No quinto mês de gestação, a aflição foi maior. O médico, ao analisar novos exames, disse suspeitar de mais dois problemas: possível ausência do estômago e água na barriga do bebê (infecção). O quadro clínico se agravou, mas a nossa fé não se abalou. Recebemos orações de toda a família e de amigos. E o Pai Eterno acolheu nossas súplicas. No dia 17 de março de 2013, meu filho nasceu e não tem nenhum problema de saúde. Muito obrigada meu Divino Pai Eterno. Amém!

    Por: Franciny
    Jundiaí - SP
    14/04/2013

  • Em 2011, fraturei a quarta vertebra lombar. O médico que me atendeu, quando viu o exame de raio X não entendeu como eu estava andando e… Continue lendo

    Em 2011, fraturei a quarta vertebra lombar. O médico que me atendeu, quando viu o exame de raio X não entendeu como eu estava andando e sentindo os membros inferiores. O cirurgião optou por tratamento conservativo, mas nada era definitivo, pois poderia evoluir para paraplegia, já que a fratura era muito próxima de nervos importantes. Durante o repouso conheci a novena de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e comecei a pedir todos os dias sua intercessão. Por um milagre estou curado, voltei a trabalhar quatro meses depois e não tive nenhum tipo de sequela, agradeço a Mãe do Perpetuo Socorro e ao Divino Pai Eterno por essa graça em minha vida. Amém!

    Por: José Carlos Reverte
    São Paulo - SP
    14/04/2013