Refeitório: alimentação e descanso no canteiro de obras

  03 de outubro de 2016 • 11h43 • Atualizado em 04/10/2016 • 11h10

DESTAQUE_MAOS_A_OBRA_2016_10_03_004Mais ou menos 12h no canteiro de obras do Novo Santuário, em Trindade (GO), é momento de parar um pouco o trabalho para a hora do almoço. O quadro Mãos à Obra, exibido no Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 3, mostrou que o momento é de descontração e descanso. (Assista ao vídeo abaixo)

Depois de lavar as mãos é hora de pegar a marmita quentinha e se acomodar para o almoço. O refeitório tem capacidade para cerca de 300 pessoas. O espaço é bem amplo. A iluminação é natural e as janelas grandes e o elemento vazado no alto das paredes, deixam o ambiente fresco e arejado. “Não pode ser um ambiente totalmente fechado, para que não proliferem bactérias. Por isso, estudamos uma forma de deixar sempre ventilado”, ressaltou o técnico de segurança Stanly Soares Ferreira.

Veja também:

DESTAQUE_MAOS_A_OBRA_2016_10_03_003Cada um dos operários tem mais ou menos uma hora de almoço. E o refeitório acaba ganhando outras funções. Além das refeições, almoço, café da manhã e lanches, o refeitório é também um espaço de convivência para quem trabalha no canteiro de obras. Entre uma refeição e outra sobra até um tempinho para interagir com os colegas e até brincar de dominó. “É bem tranquilo. É um tempo para tirar o estresse do serviço. É muito bom”, declarou o carpinteiro Adriano Rodrigues de Lima.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também