Complexo Cespe/Cecam tem novas modalidades esportivas em 2017

  05 de janeiro de 2017 • 11h26 • Atualizado em 10/01/2017 • 11h14

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2017_01_05_006O Centro Social Pai Eterno (Cespe) e o Centro Educacional e Capacitação de Apoio ao Menor (Cecam), Obras Sociais Redentoristas, em Trindade (GO), não fecham neste mês de janeiro, e continuam a receber as crianças cujos pais não têm onde deixar nas férias. O quadro Em Nome da Vida, exibido no Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 5, mostrou que tem novidade na área esportiva do local, que atualmente atende mais de 400 pessoas. (Assista ao vídeo abaixo)

Agora, além das atividades aquáticas, natação e hidroginástica, e com os pés, no futsal, os atendidos também vão poder praticar esportes com as mãos. “Teremos três modalidades novas: handebol, basquete e vôlei. Então são modalidades que estamos tentando colocar para poder abranger a comunidade como um todo, pois são mais opções para jovens e adolescentes dos setores”, explicou o coordenador administrativo das Obras Sociais Redentoristas de Trindade, Carlos Edézio Hart.

Segundo a educadora social Juliana Fernandes dos Santos, o objetivo é beneficiar cada vez mais pessoas. “O Cespe/Cecam teve essa modalidades para atender mais crianças e mais adolescentes. É uma forma de tirá-los da rua, manter regras, e poder levar os ensinamentos para casa”, ressaltou.

Veja também:

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2017_01_05_002E quem quiser praticar mais de um esporte, não tem problema. “Quem já é matriculado em outras oficinas e tiver interesse, pode procurar e fazer outras”, completou a educadora. Já a aluna Kethelyn Lorrane Oliveira dos Santos, 10 anos, contou que aprova todas as modalidades: “Vôlei, futsal, basquete, e eu conheci o Cespe e aprendi que posso fazer tudo isso aqui”.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também