Projeto social atende crianças com atividades esportivas

  20 de março de 2017 • 11h13 • Atualizado em 22/03/2017 • 11h21

O quadro Atitude Cristã, exibido no Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 20, destacou o projeto “Minha Oportunidade”. Sob a coordenação do José Lino Teodoro, crianças carentes são atendidas no contra turno escolar em diversas atividades recreativas e esportivas. (Assista ao vídeo abaixo)

“Nosso objetivo principal é na prevenção do uso de drogas, fazendo com que as crianças ocupam a mente, o coração e seu corpo através do esporte para que elas não se envolvam com drogas”, afirmou José.

O nome já explica o que o projeto oferece às crianças. “Esse projeto é justamente para pegar a criança depois que ela sai da escola, pois ela fica sem ter o que fazer, com o que se ocupar e, com o projeto, podemos trabalhar com eles”, completou o coordenador.

O projeto foi criado pelo José Lino depois de vencer o vício. “Eu saí de casa muito novo por desobediência aos meus pais, aos 12 anos. Tive uma vida muito sofrida, conheci muitas coisas e as drogas foram uma delas. Elas me arrastaram até quando eu tive a oportunidade de ir para a Igreja, e tive a oportunidade de largar as drogas, e depois disso eu decidi que tinha que fazer algo para que as crianças não entrassem no mesmo caminho que eu estava trilhando, que para muitos é sem volta”, contou.

A orientação e os bons conselhos que José Lino não teve, hoje ele faz questão de passar para as crianças atendidas pelo projeto. Atualmente são 75 crianças e adolescentes, de 6 a 17 anos. O Warley Ribeiro de Sousa tem 15 anos e começou a participar do projeto há oito meses. “Quis vir para cá, pois ensina muito. Quando eu era da rua, não aprendia nada. Eu mudei muito”, disse.

Veja também:

O local se mantém por meio de doações. O José Lino se dedica em tempo integral ao projeto, que funciona até mesmo aos finais de semana e durante as férias escolares. “Dentro deste trabalho nós temos esporte de manhã e a tarde. Temos também o trabalho de conversação, diálogo, oração para que eles possam conhecer ao Senhor e possam mudar o caráter, o coração”, comentou.

Tudo isso encanta o Kelvy Kyder Alves Fernandes, 13 anos, que já faz parte do projeto há mais de um ano. “Eu venho todos os dias para cá e gosto muito”, declarou.

O projeto existe há quatro anos e é um trabalho feito com muita responsabilidade para ajudar crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade econômica e também social. O Edvaldo Nunes Rosa da Silva é pai de duas crianças que são atendidas no projeto, que para ele é muito importante. “Ensina educação, esporte e a aprender a respeitar mais as pessoas”, pontuou o pai.

O projeto não tem fins lucrativos e quem frequenta o local, não paga nada por isso. Apenas aprende, interage, se diverte e cria um futuro cheio de boas possibilidades.   “Quando começamos, achamos que iriamos doar algo para alguém, mas na verdade são eles que doam para nós”, concluiu o coordenador.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também