As bênçãos de São Lourenço para o Novo Santuário

  10 de agosto de 2017 • 10h23 • Atualizado em 14/08/2017 • 11h05

Nas Bênçãos dos Pilares desta quinta-feira, 10, o Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás, Pe. Robson de Oliveira, rezou e pediu a intercessão de São Lourenço para a construção do Novo Santuário, em Trindade (GO). (Assista ao vídeo abaixo)

São Lourenço tem sua história conhecida por não ter abatido por nenhuma adversidade da vida. Nem chicotes, algozes e tormentos puderam contra sua fé e amor ao Cristo. Lourenço, espanhol, natural de Huesca, foi um Diácono de muito bom humor e dedicação, que servia a Deus na Igreja durante meados do Século III. Era grande amigo do Papa Xisto II e administrava os bens da Igreja que sustentavam muitos necessitados.

Era uma época de grande perseguição aos cristãos. O Imperador Valeriano, exigiu de Lourenço os tesouros da Igreja, para isto o Santo Diácono pediu um prazo. Lourenço distribuiu riquezas aos pobres e cuidou de esconder os livros e objetos sagrados. Reuniu os órfãos, os cegos, os coxos, as viúvas, os idosos, enfim, todos os que a Igreja socorria.  No fim do prazo concedido por Valeriano para a entrega dos bens da Igreja, Lourenço cheio de humor disse: “Eis aqui os nossos tesouros, que nunca diminuem, e podem ser encontrados em toda parte”.

Veja também:

O Imperador se sentiu enganado e não entendeu a mensagem tão clara e bonita de São Lourenço: o tesouro da Igreja são os filhos de Deus, especialmente os mais necessitados. São Lourenço foi castigado e sofreu seu martírio, no ano de 258 Depois de Cristo. Mesmo assim, ele não parava de interceder por todos, e encontrou no Espírito Santo, força e alegria para dizer no auge do sofrimento na grelha: “Vira-me que já estou bem assado deste lado”.

São Lourenço possui na Igreja o mesmo respeito dedicado aos apóstolos, especialmente São Pedro e São Paulo. O suplício cruel não desviou Lourenço de sua fé, ele morreu no dia 10 de agosto de 258, rezando pelos tesouros da Igreja.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também