Bênçãos dos Pilares: Santa Edwiges

  09 de outubro de 2017 • 10h05 • Atualizado em 10/10/2017 • 10h31

No Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 9, Pe. Robson de Oliveira pediu as bênçãos de Santa Edwiges para o Novo Santuário de Trindade (GO). O Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás rezou e abençoou mais um pilar de sustentação da obra. (Assista ao vídeo abaixo)

Santa Edwiges nasceu em 1174, na Alemanha. Ainda bem jovem casou-se com Henrique I, príncipe da Silésia (Polônia), com quem teve seis filhos. Viveu em um profundo espírito de oração, penitência e caridade, tornando-se modelo dos três estados femininos: esposa, celibatária e viúva. Exerceu influência nas decisões políticas tomadas pelo marido, interferindo na elaboração de leis mais justas para o povo.

Falecido o esposo, Santa Edwiges retirou-se para o Mosteiro de Trebnitz, na Polônia, onde sua filha Gertrudes era abadessa, e neste mesmo lugar deu largos passos rumo à sua santificação. Contam os historiadores que Edwiges vivia com uma renda mínima, usando o restante para socorrer os pobres, enfermos, idosos, viúvas, crianças abandonadas, endividados e encarcerados, a quem ajudava pessoalmente.

Veja abaixo:

Em certa ocasião, quando estava visitando um presídio, ela descobriu que muitos deles estavam ali porque não conseguiam pagar suas contas. Desde então, ela começou a saldar as dívidas dos encarcerados, devolvendo-lhes a liberdade. Ela também os ajudava a recomeçar sua vida, conseguindo-lhes emprego. Por este motivo, no Brasil, ela é invocada como padroeira dos pobres e endividados.

Santa Edwiges faleceu no dia 15 de outubro de 1243, mas sua festa passou para o dia 16, porque no dia 15 a Igreja Católica comemora as festividades de Santa Teresa D´Ávila.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também