Saiba mais sobre o processo para que alguém se torne santo

  07 de dezembro de 2017 • 11h43 • Atualizado em 11/12/2017 • 11h04

Nossa Igreja é milenar e tem inúmeras histórias e simbologias. Aos poucos, nós vamos conhecendo tudo a partir da nossa vivência cristã. O quadro “Você Sabia?”, do Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 7, trouxe detalhes do processo para que alguém se torne santo da Igreja Católica.

Milhares de fiéis também têm dúvidas sobre o assunto. Pe. João Otávio, reitor do Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, explica a diferença entre beatificação e canonização. “A beatificação precisa de um milagre comprovado. Geralmente a cura de uma doença grave, em que a pessoa foi curada instantaneamente. Ou seja, além das exigências, ela deve ter atingido a condição transcendental divina.”, disse. Para a canonização, o padre contou que “exige também um milagre comprovado, de cura de doença geralmente incurável, em que a presença de Deus é real na vida da pessoa. E que a pessoa não volte a ter a doença. Deve passar pelos peritos do Vaticano, médicos clínicos, para haver a comprovação de que foi a ação do Pai sobre a pessoa.”

Saiba mais sobre este assunto:

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Fonte: Afipe

Veja Também