Pe. Rodrigo de Castro fala sobre a Campanha da Fraternidade

  12 de fevereiro de 2018 • 11h00 • Atualizado em 14/02/2018 • 11h18

O Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 10, exibiu uma entrevista especial com o Missionário Redentorista Pe. Rodrigo de Castro, reitor do Santuário Sagrada Família. Ele falou sobre a Campanha da Fraternidade 2018. O sacerdote explicou como a Igreja pode ajudar os cristãos a vivenciarem na prática o tema e o lema da Campanha.

Pedro Henrique Rabelo: Padre, qual é o tema da Campanha da Fraternidade deste ano?

Pe. Rodrigo de Castro: O tema é “Fraternidade e superação da violência”. Este tema, muito especial, diante do que estamos vivenciando no nosso país, e em toda a sociedade. Sabemos que a violência é um tema muito pertinente para trabalharmos nesta Quaresma de 2018 e para trabalharmos neste ano de 2018. E o grande lema é “Em Cristo somos todos irmãos”.

Pedro Henrique Rabelo: Padre, talvez a teoria para passarmos para as pessoas é muito bonita, talvez até fácil, mas a prática é completamente diferente. Como que a Igreja vai lidar com esse assunto tão delicado dentro da comunidade?

Pe. Rodrigo de Castro: Aqui nós estamos para professar a fé, buscando Deus para vivermos uma dimensão comunitária da nossa fé, ou seja, nós cristãos somos convidados a sermos outros “Cristos” nesta sociedade em que nós vivemos e diante daquilo que já é o trivial. Queremos justiça pelas próprias mãos, somos capazes de fazer o mal na vida do irmão, sem compreender que ele é o meu irmão. Simplesmente por uma vingança de uma reação que aconteceu comigo. Por isso, nós somos convidados através de uma profissão de fé, através de uma vivência prática daquilo que eu professo, a minha religião, a dar outro testemunho. Isso é o que nós, os líderes, devemos, neste ano de 2018, e nesta Quaresma, fazer acontecer na vida dos nossos fieis. Ajudá-los em uma escuta da Palavra de Deus e em uma prática da profissão de fé, a vivenciar o novo, o diferente, o que Cristo espera de nós, os cristãos.

 

 

 

Fonte: Afipe

Veja Também