Notícias

Jovens da casa Talitha Kum esperam ansiosas pelo Natal

As meninas estão animadas com a data que comemora o nascimento de Jesus Cristo. Durante o mês de dezembro participaram de várias atividades natalinas.

AFIPE noticias

As meninas atendidas na casa Talitha Kum, Obra Social Redentorista apoiada pela Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), estão bastante animadas com a data que comemora o nascimento de Jesus Cristo. A decoração natalina foi toda montada por elas. Os detalhes da árvore de Natal feita de fuxicos de pano dá um brilho todo especial ao ambiente. (Veja o vídeo abaixo)

“A data serve para termos mais união com as pessoas, para reencontrar com as pessoas amadas e também se reconciliar com aquelas que a gente briga”, destaca Laís Cristina Nunes, de 13 anos.

Como em todas as Obras Sociais Redentoristas, as Novenas de Natal também são realizadas na casa Talitha Kum, em Goiânia. O lugar abriga garotas que estavam em situação de risco ou nas ruas e o lar é administrado pelas irmãs da Congregação Passionistas de São Paulo da Cruz.

“No Natal, se não tiver esse momento de espiritualidade, de preparação, de troca, de partilha, de solidariedade, parece que fica uma festa material, de troca de presentes, uma festa como qualquer outra festa. E o Natal não é uma festa como qualquer outra. O Natal é um momento forte de confraternização, de conversão, de repensar a minha vida, aquilo que fiz e não foi tão bom e em que ser melhor. Uma mudança interior de vida. Jesus veio na simplicidade de uma criança para dizer a todos os cristãos e todas as pessoas que temos essa chance, essa oportunidade”, diz a irmã Passionista Maria do Socorro Cardoso.

Durante o mês de dezembro, foram programadas várias atividades. Muitas sonham em vivenciar a data com alguma família e as irmãs já se movimentam para proporcionar isso a elas.

“Todas elas têm um desejo forte de estar com uma família, não é um desejo só no Natal e sim do ano todo. Queremos mostrar que pelos passos que elas veem dando até hoje na Casa, participando da escola, dos momentos de formação, que elas podem construir cada dia, em cada Natal, em cada ano, uma história diferente de outras meninas, que muitas vezes não têm uma história tão boa. Para algumas delas, a vida até hoje não foi tão boa, mas daqui para frente elas podem construir cada dia!”, afirma irmã Maria.

Para as jovens da casa Talitha Kum, o desejo é celebrar o verdadeiro sentido da data. “Novas promessas para o ano, reencontros. Eu desejo fé porque a maioria das pessoas pensa mais nos presentes que no verdadeiro sentido do Natal”, conclui Caroline de Freitas Mendonça, de 16 anos.

Esta matéria foi ao ar no Programa Pai Eterno, exibido pela Rede Vida de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h30. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, o devoto pode também assistir a edição do dia no site paieterno.com.br, pela página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store