Notícias

Osman Pereira: homem de fé e profissionalismo

Serralheiro na Vila São Cottolengo há 37 anos, ele se orgulha por fazer parte da história da Obra Social.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_21_02_2014O amor, a dedicação e o profissionalismo do serralheiro Osman Pereira dos Santos foi o destaque do quadro Em Nome da Vida, exibido no Programa Pai Eterno desta sexta-feira, 21. Colaborador da Vila São Cottolengo há 37 anos, ele relembrou sua história e falou sobre o amor pela Obra Social Redentorista. (Assista ao vídeo abaixo)

“Eu entrei na Vila em 1976, época em que a diretora era a irmã Tereza Lima do Couto. Lembro com muita saudade daquele tempo, às vezes por ter conquistado um novo emprego, eu era lavrador e para mim tudo na Vila era novidade”, relembrou Osman.

Ele afirmou que tem muito orgulho do seu trabalho. “Às vezes a gente fala mais pela emoção, por causa das dificuldades. Era pequeno demais para tanta gente. E com o tempo a Vila foi crescendo e praticamente se tornando um hospital”, relatou.

Veja também: 

Há quase três décadas Osman se dedica à parte de serralheria, manutenção e conserto dos objetos de uso dos internos, como cadeiras e macas. “ Hoje eu tenho um prazer enorme de falar que sou um profissional, pois graças a Deus, a Vila me deu oportunidade, tive o privilégio de fazer cursos, estágios, tudo em prol dos nossos pacientes e internos. As dificuldades que encontrei são coisas que todo mundo encontra pelo caminho, mas um amor verdadeiro nunca faltou entre essas irmãs, nem entre funcionários e sobretudo com os internos, eles são a maior fonte de alegria que tem aqui dentro”, ressaltou.

Quase quarenta anos depois, Osman se aposentou e está deixando a Vila orgulhoso de sua história. Ele faz questão de dizer que toda a dedicação que teve com o trabalho e os internos foi recompensada. “ Se eu pudesse voltar faria tudo com mais perfeição”, afirmou.

A supervisora da lavanderia da Vila, Meire Nancy Rocha, elogia o trabalho de Osman. “Ele é uma pessoa que temos bastante confiança no que ele faz. Seu Osman faz a diferença aqui na Vila!”, afirmou.

Com os internos, Osman tem uma atenção especial. “Eles têm um carinho com a gente e nós com eles, é uma retribuição e acho que eles merecem muito mais. Vou levar daqui essa lembrança guardada dentro do meu coração”, declarou

“Ele é para mim não é um amigo, é um pai. Sempre me ajudou, sempre me deu carinho , conforto. Ele é muito especial”, declarou João Batista, um dos internos da Vila.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store