Notícias

Pe. Michael Brehl: romeiro do Divino Pai Eterno

Superior Geral da Congregação fala sobre sua experiência ao visitar Trindade (GO) e participar da Romaria 2014.

DESTAQUE_PE_MICHAEL_BREHL_14_07_14O Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 14, exibiu entrevista especial com o Superior Geral da Congregação do Santíssimo Redentor, Pe. Michael Brehl. Ele, que veio de Roma para Trindade (GO) e participou da Romaria 2014, contou como se sentiu na Capital da Fé de Goiás e se encantou com a devoção, a tradição e a fé dos romeiros. Durante o bate papo, o Superior Geral ressaltou ainda a relevância do trabalho social desenvolvido pelos redentoristas de Goiás, e também da evangelização através dos meios de comunicação. (Assista ao vídeo abaixo) 

Douglas Branquinho: O senhor já esteve em Goiás em 2010, mas desta vez veio para a Romaria do Divino Pai Eterno, como um romeiro do Pai Eterno. Por que o senhor decidiu fazer esta visita desta forma?

Pe. Michael Brehl: Bom, eu vim realmente porque o Pe. Fábio Bento da Costa me convidou. Quando eu estive aqui há quatro anos, não foi durante os dias da Festa. Eu celebrei no Santuário Basílica, mas era um domingo normal e o Pe. Fábio disse: Você realmente tem que conhecer a fé do povo de Goiás na época da Festa. Então, há quase um ano ele me perguntou se eu poderia agendar para vir este ano e aconteceu que eu não tinha nenhum outro compromisso. Eu poderia vir. De bom gosto eu aceitei o convite de vir como um peregrino ao invés de uma visita oficial.

Douglas Branquinho: O senhor chegou e participou de um momento muito tradicional, que é o desfile dos carros de boi. O senhor já conhecia esta tradição? O que achou de ver esta demonstração de fé tão diferente?

Pe. Michael Brehl: Para mim este foi um bom momento para começar, porque foi a primeira coisa que realmente vi na manhã que cheguei, esta procissão com todos aqueles carros de boi. Isso realmente aponta para o início desta devoção, que começou com pessoas comuns do campo. Não era nada inventado pela Igreja, por pessoas e autoridades. Veio da devoção e dos corações de pessoas comuns.

DESTAQUE_VILA_SAO_COTTOLENGO_14_07_14Douglas Branquinho: Teve alguma coisa em especial, algum detalhe que chamou a atenção do senhor na Romaria?

Pe. Michael Brehl: O que realmente me chamou a atenção sobre a peregrinação, sobretudo, foi olhar para os rostos das pessoas que estão aqui. Tem pessoas de todos os grupos de idades, de muito jovens a pessoas idosas. Realmente mexeu comigo ver a fé das pessoas comuns enquanto elas se colocavam diante do Senhor. Isso foi muito especial. Outro momento muito especial para mim foi ir a Vila São Cottolengo. Muitas coisas me tocaram, mas a primeira que me tocou foi o amor, a atenção e o cuidado das irmãs e das pessoas que trabalham lá com as pessoas que vivem lá. Eles realmente formam uma comunidade, não é só uma instituição, existe realmente um sentimento de cuidado com todos como pessoas. Eles sabem que são valorosos, bem-vindos e parte da família do Divino Pai Eterno. Dom Antônio, o Arcebispo Emérito, disse sobre o Santuário do Divino Pai Eterno, a Basílica e o Santuário do Irmão e da Irmã, Cottolengo, nós não podemos honrar o Divino Pai Eterno se nós não reconhecermos nossos irmãos e irmãs como irmãos e irmãs de verdade. Então essa conexão entre Basílica e este trabalho social, a Cottolengo. Eu acho que isto torna a devoção aqui real. É isso que faz ser tão especial. E, mais uma coisa, estou impressionado com o trabalho dos Redentoristas e voluntários aqui. Ver algum dos nossos homens, já idosos, atendendo confissões por três, quatro, cinco, seis horas e ao sair falam da experiência maravilhosa de apenas ouvir as pessoas, de poder estar lá para as pessoas. E ver todos os voluntários sempre com um sorriso, sempre acolhendo. Se uma pessoa parece perdida, há sempre alguém perguntando: Posso ajudar? Isso proporciona um verdadeiro sentimento de acolhida neste lugar, que é a acolhida, penso eu, que queremos receber quando formos para o banquete eterno. Nós queremos que o Divino Pai Eterno nos acolha desta maneira e esse é outro aspecto muito importante da celebração daqui.

Douglas Branquinho: O que o senhor acha de todo este trabalho que os Redentoristas tem desenvolvido em Goiás?

Pe. Michael Brehl: O trabalho dos Redentoristas aqui em Goiás é maior do que Trindade, com certeza. Não podemos imaginar o trabalho dos Redentoristas em Goiás, sem pensar em homens como Pe. Pelágio, que vieram e deram suas vidas para certificar-se de que conseguiriam pregar o Evangelho, o trabalho de evangelização. No sentido de estar próximo das pessoas, de conectar a fé com o serviço, a devoção com o verdadeiro amor e cuidado de uns para com os outros. Então, eu gostaria de reafirmar que existe um verdadeiro sentido da nossa vocação, como Redentoristas, de estar perto daqueles que precisam e trazer a Boa Notícia.

Douglas Branquinho: Nós fazemos um trabalho de evangelização pelos meios de comunicação. O que o senhor acha deste trabalho em específico de comunicação, desenvolvido pelos Redentoristas?

Pe. Michael Brehl: As pessoas não vêm para a Igreja como elas vinham anos atrás. A Igreja, de uma certa maneira, não é mais o centro da sua vida social em comunidade. Existem muitas distrações e outros compromissos. Com esses meios de comunicação, através do rádio, TV e internet, a mensagem pode chegar nas casas das pessoas. Mas a forma como nós comunicamos isso, tem que mudar. Precisamos utilizar música, arte, todas essas maneiras de fazer com que a mensagem, que é tão atrativa para nós, seja atrativa para eles.

DESTAQUE_VISITA_A_OBRA_2_14_07_14Douglas Branquinho:  O que o senhor achou do que viu lá no canteiro da obras do Novo Santuário, que está sendo construído com a ajuda dos devotos do Pai Eterno?

Pe. Michael Brehl: Foi uma experiência inacreditável , porque é difícil imaginar aquele trabalho sem visualizar algo. Só de ver os sinais deste trabalho, é uma enorme preparação e comprometimento, por parte dos operários, por parte dos Redentoristas, por parte dos devotos do Divino Pai Eterno. Eu admirou o compromisso e dedicação de tantas pessoas que fazem isso acontecer, pois é cheio de desafios. Então, sim , é um trabalho inacreditável.

Douglas Branquinho: Para finalizar, quando o senhor vai voltar para a Romaria do Divino Pai Eterno? E lá na Itália, o que vai falar sobre a devoção ao Pai Eterno no coração do Brasil?

Pe. Michael Brehl: Dom Washington me convidou para voltar na inauguração do Novo Santuário, mas como não será menos que sete anos, eu espero poder voltar antes, mas não há uma data definida que eu posso dizer que vou voltar. Agora, o que eu vou dizer sobre a devoção quanto ou chegar em Roma? Que aqui a devoção é ao coração do Mistério Divino. Que Deus é um Pai. Falar sobre este Mistério e ver a forma como tocou o coração de pessoas comuns, fará com que seja muito mais fácil falar sobre o que significa vir ao Divino Pai Eterno. Eu espero que esta devoção possa crescer, e ela já ultrapassou os limites de Goiás, já que ela nasceu aqui e atualmente está em todo o Brasil. Mas que venha a ser uma devoção que nos faça, como parte fundamental de nossa espiritualidade, entender que Deus é Pai, o que faz Jesus ser nosso irmão e nos ensina que somos irmãos e irmãs uns dos outros, e que nesse Mistério nos tornaremos uma família. Como diz o tema deste ano, a família do Divino Pai Eterno. Obrigado Douglas e toda a equipe da TV e do rádio, pela dedicação. Ver homens e mulheres que não são padres ou irmãs Redentoristas e estão levando esta missão adiante, é muito importante. Obrigado! E continuem com fé e perseverança, porque vocês tem uma parte muito importante para atuar no futuro da evangelização aqui no Brasil e em outras partes do mundo, mas principalmente aqui. Muito obrigado!

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store