Notícias

Vida construída com fé no Divino Pai Eterno

Casal relembra graças alcançadas e atribui à devoção todas as conquistas, saúde e anos de vida.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_TXT_23_07_14Uma história de fé, participação e devoção que começou há muitos anos. Momentos que marcaram a vida do casal João Garibaldi e Almerinda Garibaldi. São lembranças que permanecem na memória e ainda emocionam o coração mesmo depois de muitos anos. O quadro Em Nome da Vida exibido no Programa Pai Eterno desta quarta-feira, 23, contou a história de vida e fé destes fiéis romeiros do Divino Pai Eterno. (Assista ao vídeo abaixo)

Vidas marcadas pela fé no Divino Pai Eterno. Dos velhos tempos, o devoto João Garibaldi se recorda com muita emoção de quando era coroinha do Pe. Pelágio. “Eu fui muito feliz”, afirmou.

O casal se conheceu em Trindade (GO), onde também se casou. A cerimônia foi realizada por Pe. Pelágio e já são 64 anos de união. “Nós não tínhamos feito convite para as pessoas, ele foi feito só pessoalmente. No dia, lá em Trindade, o Pe. Pelágio disse: ‘Após a missa ninguém saia, vamos assistir ao casamento de João Garilbaldi e Almerinda’. Foi muito interessante, a igreja ficou lotada”, lembrou ela.

Nas fotos é possível ver como a família ficou grande. São seis filhos, 14 netos e seis bisnetos. Almerinda fez questão de dizer que os filhos foram criados com a devoção ao Divino Pai Eterno: “Eu tenho um oratório com a Imagem do Pai Eterno, onde a gente faz nossas orações com muita fé. Temos muito para agradecer, os anos de vida, a saúde, os filhos, netos e bisnetos que já temos também”.

Durante anos eles moraram em Trindade. O casal é romeiro há 77 anos e acompanha a Romaria desde 1937. Com muita alegria, Almerinda relembrou como tudo acontecia naquela época: “A Festa era uma maravilha. Passava uma e a gente já ficava planejando a próxima. Então, tinha aquela preocupação de abastecer a cozinha porque normalmente vinham amigos e parentes para nossa casa. Meu pai preparava bastante, enchia a dispensa para poder receber o pessoal”.

Ela falou ainda que se encanta com as transformações e o crescimento da Romaria, que atualmente atrai devotos do Brasil inteiro: “Eu fico assustada, mas ao mesmo tempo achando que o Divino Pai Eterno é o poderoso nesta história. Ele é quem atrai esta quantidade de pessoas”.

Veja também:

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_II_TXT_23_07_14Em 2009, João passou por problemas de saúde, teve Alzheimer e sofreu do mal de Parkinson. Para Almerinda, a religião ajudou a superar a fase difícil enfrentada pela família. “Nos deu força!”, afirmou. Na família, muitas já foram as graças recebidas, mas uma marcou a história. A devota considera um milagre, através da bênção do Pe. Pelágio. “Ele fazia uma bênção na Igreja Matriz de Campinas, em Goiânia, aí eu fui para a fila de bênçãos e não mostrei onde estava doendo, ele abaixou meus óculos, benzeu meu olho que tinha um carocinho, que desapareceu”, relatou.

Hoje, morando em Goiânia, eles acompanham as missas e novenas pela televisão, mas não deixam de ir ao Santuário Basílica de Trindade. “Normalmente nós vamos à primeira Novena lá, e as outras assistimos em casa. Não deixamos de participar mesmo de longe”, contou Almerinda.

Ao Divino Pai Eterno o casal agradece todos os dias. Uma família formada com base no amor ao Pai e na fé que é fortalecida diariamente. João contou o que o Pai Eterno representa na vida dele: “Tudo!”. “Ele nos dá energia, força, conformidade com os problemas e fortalecimento para continuar até quando Deus quiser”, completou Almerinda.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store