Notícias

Velódromo: um lugar especial no Santuário Basílica

Local é reservado para devotos acenderam suas velas como forma de representação da fé no Divino Pai Eterno.

DESTAQUE_FIQUE_POR_DENTRO_TXT2_06_08_14O velódromo, localizado na praça externa do Santuário Basílica de Trindade (GO), foi o destaque do quadro Fique Por Dentro exibido no Programa Pai Eterno desta quarta-feira, 6. O local recebe a visita dos devotos que desejam acender suas velas para representar sua fé no Pai, agradecer ou pedir por bênçãos. (Assista ao vídeo abaixo)

Pela terceira vez a aposentada Janete Antonello visitou Trindade. Em todas as visitas, ela nunca deixou de acender suas velas no velódromo. Para ela, o gesto é feito como um ato de amor ao Pai. “Agradecimento às graças que a gente alcança, então venho pedir a Deus para iluminar e reforçar a minha fé”, declarou.

A vela é símbolo da luz de Deus em nossas vidas. Representa ainda momentos de oração, reflexão e agradecimento. Além de tudo isso, a vela também significa a fé. É essa fé que milhares de romeiros expressam durante todo o ano na sala das velas, também conhecida como velódromo, um cantinho especial e reservado no Santuário Basílica, ao lado da Gruta de Nossa Senhora de Lourdes.

“A vela acesa simboliza a fé, a devoção. Vem do significado de fazer um voto, de devoção, devotar”, explicou Pe. Henrique Strehl

Veja também: 

DESTAQUE_FIQUE_POR_DENTRO_TXT_06_08_14O momento de acender uma vela é de pedir bênçãos ou agradecer ao Divino Pai Eterno. Aldina Cristofolini, contou que toda vez que acende uma vela em alguma intenção, também reflete e faz suas orações, mas afirmou que isso não é uma regra: “Eu acendo a vela, faço a oração depois, ou antes, também. Agradeço, faço pedidos. É uma forma de pedir bênçãos ao Pai Eterno. Eu sou muito devota”.

“Não tem regra, depende muito da pessoa, do que ela deseja fazer. Pode ser uma oração, um agradecimento, pode ser simplesmente uma intenção, ou uma forma de louvar a Deus”, completou o padre.

As velas podem ser acesas em qualquer época do ano. As igrejas geralmente contam com um espaço reservado, como aqui no Santuário Basílica. Para o vendedor Jair Aparecido da Silva, acender a vela é um ato de renovação do batismo. “Gesto de fidelidade com Deus, da minha fé, agradecimento por tudo que Ele fez, faz e fará na minha vida. A vela acesa simboliza aquela vela que no dia 23 de fevereiro de 1963, meus pais colocaram na mão representando o meu batizado. Naquele dia eu me tornei filho de Deus”, relatou.

Acender uma vela é mais uma das maneiras de sentir a presença de Deus. Cada um com a sua intenção, mas todos unidos na fé e amor ao Pai. “Eu acendo uma vela, ela representa a minha pessoa. A vela também significa gratidão, eu agradeço a Deus, ou então eu peço alguma coisa”, concluiu Pe. Henrique.

O Programa Pai Eterno vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store