Notícias

Ano de comemorações para os Missionários Redentoristas

Pe. Jesus Flores fala sobre a história da missão redentorista no mundo, no Brasil e em Goiás.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2014_10_03Este ano é muito especial para os Missionários Redentoristas, pois a Congregação do Santíssimo Redentor completa 282 anos de fundação e também já são 120 anos dos Redentoristas no Brasil e em Goiás, além de 20 anos da criação da Província de Goiás. Sobre este assunto especial, o Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 3, exibiu entrevista com o Pe. Jesus Flores, que contou um pouco da história e falou sobre o carisma redetorista. (Assista ao vídeo abaixo) 

Douglas Branquinho: Padre, os Missionários Redentoristas chegaram ao Brasil em 1894, são 120 anos de presença no Brasil. De onde vieram? Por que vieram? Como vieram? O que aconteceu naquela época?

Pe. Jesus Flores: Havia uma grande necessidade de padres aqui no Centro-Oeste, especialmente em Goiás, um estado muito grande, ia de Uberaba até o Bico do Papagaio, e era uma diocese só. Premido pelas necessidades, o bispo de Goiás foi à Europa e procurou o Governo Geral da Congregação para pedir um socorro, padres para virem para Goiás, para trabalhar aqui e cristianizar as romarias do Divino Pai Eterno, que já tinha um certo movimento significativo, mas entregue a si mesma, a romaria era mais uma festa com pouca participação religiosa. Então, foram concedidos os missionários padres e irmãos. A metade ficou em Aparecida e a outra metade veio para Campinha das Flores.

Douglas Branquinho: Aqui em Goiás, a Província completa 20 anos. Foi instalada em 1994. Como foi esse processo de criação e instalação da Província de Goiás?

Pe. Jesus Flores: Antes éramos uma coisa só com a Província de São Paulo. Em 1964, foi criada a Vice-Província de Brasília, e depois, nos anos 90, o Governo Geral achou que nós já estávamos em condições de criar a Província de Goiás. Na época, eu não achei que deveríamos começar a Província em 1991, durante o Capítulo Geral que aconteceu em Itaicí. Então, eu pedi ao Governo Geral que esperasse um pouco mais. Depois veio o Pe. Fábio, em 94, ele conversou novamente com o Governo Geral e já estávamos em condições de ter a Província e ela foi criada. Já bastante sólida, e graças a Deus, ela tem se desenvolvido, tem crescido e já é uma das Províncias importantes da Congregação.

Douglas Branquinho: Qual é o trabalho da Província de Goiás hoje?

Pe. Jesus Flores: Hoje estamos em Brasília, Goiânia, Trindade, Mato Grosso, Tocantins. Estes são os locais do nosso trabalho. Prioridade é a missão pregada nesses santuários, como também essas fronteiras mais distantes e que supõem uma dedicação muito grande das pessoas.

DESTAQUE_ENTREVISTA_TXT_2014_10_03Douglas Branquinho: Nós estamos no Ano Vocacional e tem sido um grande disseminador do carisma redentorista. Qual é esse carisma redentorista e quais têm sido as ações do Ano Vocacional?

Pe. Jesus Flores: O nosso carisma é o compromisso de pregação do Evangelho explicitamente aos pobres e abandonados, a nossa missão é esta. Claro, que as circunstâncias mudam, quando nós viemos para Campinas, Campinas não era Goiânia, era Campinas. Quando viemos para Trindade, Trindade era Barro Preto, era uma situação diferente. Com a evolução da sociedade, mudou-se muita coisa, mas o nosso compromisso é ainda, em primeiro lugar, com os mais pobre e os mais necessitados aqui e onde nós estamos trabalhando, pessoas que venham não para se servirem da missão, mas para se colocarem inteiramente a serviço da missão, principalmente os mais pobres.

Douglas Branquinho: Padre, 120 anos de missão redentorista no Brasil, 20 anos de Província de Goiás, a missão só tem a comemorar o trabalho?

Pe. Jesus Flores: Em qualquer celebração humana tem que ter uma parte de humildade para pedir o perdão das deficiências, das faltas, do pecado que nós cometemos. Não somos sempre fiéis, carecemos da misericórdia divina para que perdoe nossas fragilidades e pecados, mas temos muita razão para louvar ao Senhor. O fato de estarmos vivos, crescendo, realizando um trabalho importante, é razão de muitas ações de graças ao nosso Pai Eterno.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store