Notícias

Seguir a vida religiosa: A realização de um sonho

Seminarista conta como decidiu seguir o carisma redentorista e fala sobre sua preparação para o sacerdócio.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2014_11_05O quadro Em Nome a Vida exibido no Programa Pai Eterno desta quarta-feira, 5, contou a história do seminarista Ênede Cordeiro. Com uma vida de dedicação à missão e ao carisma redentorista, ele está prestes a realizar seu grande sonho: seguir a vida religiosa como um sacerdote. (Assista ao vídeo abaixo)

“Para mim, ser redentorista é ter disponibilidade em atender as necessidades do povo”, afirmou Ênede.

A oração e o serviço a Deus nas comunidades chamavam muito a atenção de Ênede ainda criança. Aos poucos, ele foi se envolvendo em vários trabalhos em comunidades e até em obras de caridade, como o Centro Social Redentorista (CSR), em Trindade (GO).

Ele contou que foi onde começou a se encantar com o sacerdócio: “Ali eu vi os seminaristas, os padres. Nós rezávamos, tínhamos as orações, tinha as irmãs que ajudavam. Na minha época, a formação do CRS era voltada mais para a questão ‘O que é ser católico? ’ ou ‘Quem é a pessoa que ajuda aqui no seu setor? ’ ou ‘Quem são esses padres? ’. E eu fui me interessando, fiquei fascinado”.

O desejo de servir ao Pai Eterno ficou cada vez mais forte no coração do rapaz. Então, ele passou a servir ao altar como coroinha no Santuário Basílica do Divino Pai Eterno e foi lá que recebeu um convite muito inusitado, mas muito importante.

“Lembro até hoje que quem me chamou para fazer o Encontro Vocacional foi o Pe. Marcelino, ele é uma figura. Na época ele era fráter e animador vocacional e me perguntou se eu não queria ser padre. Foi numa simplicidade toda. Foi meu primeiro encontro vocacional. Fiz e gostei muito, fui de coração aberto para o primeiro encontro da minha vida”, lembrou Ênede.

Veja também: 

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_II_2014_11_05Atendendo ao chamado de Deus em seu coração, Ênede fez outros encontros vocacionais e quando chegou o momento de ingressar no seminário, ele disse que a família começou a passar por dificuldades: “Meu pai me ligou dizendo que tinha descoberto dois nódulos. Ele começou o tratamento. Tomou quimioterapia, não adiantou. Fez radioterapia e também não adiantou. O câncer se alastrou pelo corpo todo. Meu pai ficou muito ruim. Ele tinha 35 anos, morreu muito novo”.

Mesmo assim ele continuou perseverante na vocação e hoje se prepara para realizar o seu sonho: a vida religiosa. Isso requer muito estudo. Nesta fase, ele faz faculdade de Filosofia, divide o quarto com um colega e os dois colocam em prática um dos fundamentos dos redentoristas: viver em comunidade e fraternidade.

O seminarista cursa o 2° ano da faculdade de Filosofia e, no Seminário São Clemente, mora com três padres, dois deles são formadores, e também 26 seminaristas. “A nossa convivência aqui é muito tranquila, muito fraterna, cheia de paz”, afirmou Ênede.

São cerca de oito anos de estudo e muito preparo para que o sonho do Ênede de ser padre se torne realidade. São várias etapas que ele vai superando com muita fé e perseverança, sabendo da importância de cada uma para servir a Deus e ao seu povo. Afinal, o Pai Eterno não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos.

“O que marcou, está marcando e eu tenho certeza que vai marcar na minha vida, é que mesmo com as dificuldades, com os limites, o carisma redentorista é você saber acolher o povo e as necessidades pastorais da igreja”, concluiu.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store