Notícias

Oficina de Bordado: arte e evangelização

Atividade é realizada com um grupo de idosas atendidas na Associação Casa da Esperança, em Trindade (GO)

DESTAQUE_DIVINA_ARTE_2014_11_13O quadro Divina Arte exibido no Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 13, destacou a Oficina de Bordado realizada na Associação Casa da Esperança (ACADE), uma das Obras Sociais Redentoristas, localizada em Trindade (GO). Por lá, um grupo de idosas confeccionam diversos produtos artesanais, aprendem técnicas de bordado, além de se divertirem e louvarem ao Pai Eterno pelo dom artístico que possuem. (Assista ao vídeo abaixo)

A coordenadora da ACADE, Neide Alves de Oliveira, falou sobre o trabalho realizado na obra: “A oficina trouxe essa dignidade para as pessoas, então as meninas vêm, conversam, cantam, bordam, trocam experiência, se descontraem. Essa é a importância da oficina; não só o resultado dos bordados, mas sim da interação entre elas”.

A aposentada Armanda Santana da Silva se empenha no trabalho. “Eu estou bordando uma flor e algumas frutas. A professora que passa e ordena qual o ponto que é para fazer”.

“Nós comercializamos os produtos aqui na cidade mesmo, durante a Festa do Divino Pai Eterno, e agora nós vamos comercializar na Praça da Matriz, para que com a venda dos produtos nós possamos comprar mais materiais e outras pessoas possam aprender também e nós possamos diversificar o nosso trabalho”, pontuou a coordenadora Neide.

A professora de bordado, Neusa Aparecida Bittencourt, contou como aprendeu a bordar: “Isso vem de família. Aprendi com a minha mãe, ela foi dama de caridade em Trindade, então ela me ensinou a passar para o próximo aquilo que eu sei. Isso é muito gratificante para mim”.

Veja também: 

DESTAQUE_DIVINA_ARTE_TXT_2014_11_13A aluna Elvira Ferreira Ázara também disse que aprendeu a bordar com a mãe: “Isso aqui é do tempo da minha mãe, da minha vó. Elas faziam e eu aprendi, minha mãe morreu com 93 anos. Ela aprendeu a fazer, eu ia olhando e aprendi também”.

Armanda comentou ainda o quanto se sente bem durante as aulas de bordado “Tinha dia que parecia que eu estava com depressão, aí eu vim para o meio delas aqui na ACADE. Elas são muito alegres, a gente canta, brinca. A hora que estamos tristes, vem uma para animar”.

Para Eurípedes Rosa de Oliveira participar da oficina é uma satisfação. “Eu falo que aqui não é um trabalho, é uma diversão, eu venho para a minha diversão”, disse. Já Elvira afirmou que nem vê o tempo passar: “Parece que o dia passa ligeiro”.

“Eu amo aqui. Quando dá a hora de vir, não tem nada que me impede de vir. Aqui é uma família. A gente está aqui parecendo que está em casa, me sinto na minha casa”, declarou a professora de bordado, Divina Maria Gasperini.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store