Notícias

Vila São Cottolengo comemora ano de jubileu

Na terça-feira, 11, a instituição celebra aniversário e dá início às comemorações de 65 anos.

DESTAQUE_FINAL_DE_SEMANA_2015_02_07_004Pacientes e colaboradores celebram nesta terça-feira, 11, às 9h, o aniversário de 64 anos da Vila São José Bento Cottolengo, em Trindade (GO), e já iniciam as comemorações do jubileu de 65 anos.  Durante a solenidade, serão lançados o selo e as atividades especiais: “65 anos para comemorar”. A manhã será de festa e animação com a apresentação da Banda Inclusiva Luar, além de um café da manhã especial.

Criada em 1951 pelos Missionários Redentoristas, a Vila é administrada pelos padres da Congregação do Santíssimo Redentor e pelas Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo.

A instituição é reconhecida pelo atendimento de excelência prestado a pessoas com deficiência física, auditiva e de reabilitação. Por dia, a Vila atende cera de 2 mil pacientes no total, destes 365 são internos, de longa e curta permanência, que dependem integralmente de assistência no que diz respeito à alimentação, higienização, cuidados e terapias.

Tempo de Melhorias

DESTAQUE_ATITUDE_CRISTA_2015_02_07_001Desde o início de 2014, a Vila São Cottolengo tem passado por reformas.  As obras estão em andamento e trarão ainda mais benefícios para a instituição e todos os que dela dependem: reforma da Unidade Santa Luisa, construção da nova Unidade São Vicente, readequação do Centro Terapêutico, nova lavanderia, restauração das casas do Núcleo de Integração e Convivência (NIC), limpeza dos lagos e construção do muro.

“É um sonho do pessoal, terminar o nosso parque ecológico. Já começamos a limpeza das lagoas. E uma riqueza que nós temos aqui são as minas e nós estamos deixando elas bem limpinhas, bem arrumadas, para preservar a natureza, porque a Vila tem esse compromisso também”, pontua irmã Márcia Simões da Rocha, Filha da Caridade de São Vicente de Paulo.

Ela completa, dizendo: “Todas as mudanças visam a qualidade de vida dos pacientes, nada é visto por orgulho ou por vaidade. É para criar espaços para que o nosso paciente vá para fora da unidade, tenha mais contato com a natureza”.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store