Notícias

Vila São Cottolengo: Santuário do irmão

Instituição tradicional do Centro-Oeste, oferece atendimento a pessoas com deficiências múltiplas.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2015_02_26_001A Vila São Cottolengo, em Trindade (GO), obra social tradicional do Centro-Oeste brasileiro, foi destaque no quadro Em Nome da Vida, exibido no Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 26. Também conhecida como Santuário do Irmão, a instituição é ponto certo de visitação dos romeiros do Divino Pai Eterno. (Assista ao vídeo abaixo)

A Vila é administrada pelos padres redentoristas, pelas Irmãs Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo e recebe o apoio da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe). “É uma instituição filantrópica, que tem como razão e trabalho social o acolhimento de pessoas com múltiplas deficiências”, explicou a diretora administrativa da Vila, Ir. Márcia Simões da Rocha.

Em 1951, quando o Missionário Redentorista Pe. Gabriel Vilela fundou a Vila São José Bento Cottolengo, o espírito já era de entrega pelas pessoas que mais precisam. Mas com certeza, ele não poderia imaginar que em seis décadas a instituição tornaria a referência que é hoje.

Na Vila, são beneficiadas 365 pessoas, 345 são pacientes que vivem no local. Além de outros 20, de curta permanência. “É uma entidade onde a gente vive como irmão no dia a dia. Vivendo na alegria, com amor, felicidade e união”, disse o paciente interno João Batista Ferreira. “Todo mundo tem carinho com a gente, por isso que eu sou feliz”, completou a interna Rute Maria de Jesus.

São mais de 700 colaboradores. Gente que se doa ao próximo e que tem em comum entre eles o amor. Para o marceneiro da Vila, Sílvio Cristino dos Santos, não há dinheiro que pague o reconhecimento pelo seu trabalho. “É muito bom quando você termina, vê que aquela pessoa precisava muito daquilo que você fez e ela ainda reconhece você”, afirmou.

“É uma alegria com a alegria do outro. A gente se sente realizado com a realização das pessoas que chegam aqui e procuram o nosso trabalho”, ressaltou a responsável operacional do Programa Reabilitar, Luciana Alves da Silva.

As oficinas oferecem várias atividades aos internos. A cozinha terapêutica é a preferida. “É uma alegria. Eles são bem participativos, adoram”, contou a fonoaudióloga Camila Neves Carvalho.

Veja também:

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2015_02_26_002O equilíbrio é trabalhado através da equoterapia. A Vila São Cottolengo foi pioneira em Goiás nesse tipo de atendimento que existe há mais de dez anos. “É utilizar o cavalo como instrumento de reabilitação e habilitação. Todas essas habilidades adquiridas vão favorecer uma marcha, uma coordenação para andar melhor, uma coordenação, independência na vida real”, pontuou Thiago Henrique de Andrade, terapeuta ocupacional.

“O que seria dessas crianças se não fosse a Vila? Isso aqui para eles, além da aprendizagem, é a diversão que eles têm no dia a dia. Brincar, rir, conversar, interagir com as outras pessoas”, disse a dona de casa Elissandra Cristina da Cruz.

A Vila também possui um hospital, que faz mais de 600 mil atendimentos por ano. Cerca de dois mil atendimentos diários. No centro médico são mais de 15 especialidades. A procura é grande por atendimentos em ginecologia, pediatria, ortopedia, oftalmologia, cirurgia geral, clínica geral, entre outros. O atendimento é feito pelo Sistema Único de Saúde (SUS), convênios e também particular.

A fisioterapeuta Márcia Fernandes Santos explicou que a equipe de profissionais busca reabilitar o paciente em todos os instintos: “O mais importante aqui na instituição e nesta unidade é que temos uma equipe totalmente humanizada, então o nosso olhar é voltado para o paciente, todas as áreas da vida dele”.

“Após a avaliação a gente traça um plano de tratamento para o paciente, que na verdade, tem vários tipos: com lesão de ombro, de coluna, e outras. Temos feito o máximo para reabilitá-los”, completou a terapeuta ocupacional Nilva Sueli de Oliveira Krawczuk.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store