Notícias

Domingo da Divina Misericórdia

Pe. José Hilton fala sobre essa celebração tradicional da Igreja Católica.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2015_04_06_001Nesta semana, a Igreja celebra o Domingo da Divina Misericórdia. É uma comemoração que se tornou tradicional desde que o Papa João Paulo II a instituiu. Sobre o assunto, o Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 6, exibiu entrevista com o Pe. José Hilton Bezerra de Sousa. O Missionário Redentorista falou sobre o significado da data e ressaltou como os cristãos devem vivenciá-la. (Assista ao vídeo abaixo)

Talitta Di Martino: Padre, por que celebrar a Divina Misericórdia?

Pe. José Hilton: Às vezes por uma questão pedagógica, para melhor aproveitar, por exemplo, a Quaresma, a Semana Santa, então a gente celebra este evento muito importante para o ser humano.

Talitta Di Martino: Vivenciar a Divina Misericórdia é vivenciar a misericórdia em si. Como os devotos devem vivenciar essa misericórdia de Deus em suas vidas?

Pe. José Hilton: Principalmente no dia a dia, especialmente no relacionamento humano. Não existe ninguém perfeito e, de vez em quando, a gente comete alguma falha, e se não houver um acolhimento da parte do outro, e da gente mesmo em se auto acolher, nós erramos. Se reconhecermos que erramos, a gente precisa se aceitar e fazer uma leitura diferente disso, e pedir perdão a Deus. Essa é uma prática do nosso dia a dia, que nos ajuda muito a compreender a misericórdia de Deus no nosso cotidiano.

Talitta Di Martino: Padre, temos algumas perguntas de devotos. O Fernando, que mora em Primavera do Leste (MT), quer saber se ele receber essa Misericórdia de Deus, se ele pode a transferir para os irmãos.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2015_04_06_002Pe. José Hilton: Sim, eu digo no sentido de uma pessoa que é agraciada, que recebeu essa graça da Misericórdia e transmite um gesto de solidariedade, com o jeito de ser, ela transmite essa Misericórdia, e é muito bom conviver com pessoas assim. Agora, no sentido do Sacramento, não, isso é só mesmo para o Ministro ordenado, que a Igreja pode fazer isso, em um ato de Confissão.

Talitta Di Martino: Padre, o Sebastião Jorge, de Cacuaco, na Angola, quer saber se só nós, cristãos católicos, celebramos a Páscoa, e por que a celebramos.

Pe. José Hilton: Os judeus fazem isso, nós cristãos também fazemos isso, costumamos marcar essa passagem de uma vida de pecados, sem Deus, para uma vida de liberdade com Deus, com alegria. É um tempo especial na vida e, quem experimenta isso não quer mais deixar.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno