Notícias

“Eu sempre digo que sou um milagre do Pai Eterno”, diz devota.

Conheça mais uma história de vida, fé, superação e gratidão por graças recebidas.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2015_04_23_001No quadro Em Nome da Vida, exibido no Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 22, a confeiteira Santa Alice Marçal contou sua história de superação e bênçãos recebidas após uma cirurgia. Ela é devota e muito grata ao Divino Pai Eterno pela sua vida. (Assista ao vídeo abaixo)

“Eu sempre digo pra todo mundo que eu sou um milagre do Pai Eterno”, afirmou. Assim é a vida da Sandra, marcada por muitas histórias de superação e vários milagres. Em 2004, ela fez uma cirurgia para a retirada de pedras na vesícula, e o que era para ser um procedimento simples, acabou sendo um susto e ela vivenciou um grande milagre.

“Eu estava realmente bem, sem sentir nada, mas como já fazia 24 horas que eu não ia ao banheiro, pedi ao enfermeiro que trouxesse o vasilhame para eu urinar. Ele disse que eu teria que levantar e ir ao banheiro. Falei que não podia, pois sou alérgica à anestesia e com menos de 24 horas eu não poderia me levantar. Ele disse que não existia isso, não aceitou e me levantou da cama, quando eu levantei, não lembro mais o que aconteceu. Eu perguntei para a minha companheira de quarto, ela me informou que ele me deixou cair em cima da escada que sobe a cama e não me lembro de mais nada”, relatou Sandra Alice.

Veja também:

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2015_04_23_002

Nas fotos, ela tem registros do corpo que ficou todo marcado por hematomas. Em meio ao desespero e à dor, Hilda de Almeida Marçal, mãe da Sandra, recorreu ao Divino Pai Eterno. Ela contou que foram momentos de muita oração: “Fiquei desesperada, ela estava toda amarela, inchada. Então, eu ajoelhei no corredor do hospital e pedi ao Divino Pai Eterno que cuidasse dela. Depois que eu pedi, ela disse que tinha dado uma melhorada. Aí eu vi que o corpo dela já estava reagindo. Quando o Divino Pai Eterno chega, a gente volta todo o movimento”.

Sandra acompanha da casa dela as missas e novenas. A distância não a impede de estar próxima do Divino Pai Eterno. “Pela televisão, rádio. Agora eu frequento mais e, geralmente, vou a Trindade na época da festa”, disse.

Membro da Associação Filhos do Pai Eterno, Hilda de Almeida conta que faz questão de falar sobre o poder do Pai para outras pessoas. Para ela, é uma forma de agradecer por todas as graças recebidas na família. “Eu procuro todo meio de divulgar essa fé do Divino Pai Eterno, eu ando atrás de associado para compor a Afipe”, afirmou.

Mãe e filha são um exemplo de fé e confiança no Pai. “Sou só agradecimento. Eu levanto todos os dias e falo: Bom dia, muito obrigada, meu Deus! Divino Pai Eterno representa meu Pai, minha vida, tudo que eu tenho”´, declarou Sandra. “Pai Eterno é minha força, minha morada”, completou a mãe, Hilda.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store