Notícias

1º de maio: Igreja celebra o dia de São José Operário

Pároco da Igreja São José, Monsenhor João Daiber, fala, do ponto de vista cristão, sobre o trabalho.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2015_04_27_001No fim desta semana, dia 1º de maio, a Igreja celebra o dia de São José Operário, e no calendário civil é comemorado o Dia do Trabalhador. Sobre isso, o Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 27, exibiu uma entrevista especial com o pároco da Igreja São José, Monsenhor João Daiber. Ele falou sobre o trabalho do ponto de vista cristão. (Assista ao vídeo abaixo)

Talíta Carvalho: Quem foi São José?

Monsenhor João Daiber: José era carpinteiro, era chamada de “o carpinteiro de Nazaré”, mas a família dele era de Belém. Ele trabalhava em uma oficina e ensinou seu filho, Jesus, a sua profissão. Na época, os filhos aprendiam com o pai uma profissão. Jesus aprendeu e acabou sendo chamado de “o carpinteiro”.

Talíta Carvalho: Sabemos que muita gente faz trabalho voluntário, ou faz alguma coisa remunerada. Independente disso, qual a é a importância do trabalho para os cristãos?

Monsenhor João Daiber: É importante que as pessoas façam alguma coisa reconhecendo que estão ajudando os outros. A pessoa não trabalha simplesmente para ganhar dinheiro, e se reconhece que está ajudando os outros, vai trabalhar com dedicação, vai acabar gostando do trabalho. Nós estamos, hoje em dia, em uma situação de perplexidade, outras coisas que são mais novas, rende parte do salário nas indústrias, linha de produção. Hoje em dia é tudo realizado por robôs. O homem está muito mais aberto para achar outros tipos de trabalhos que possam deixa-lo realizar-se como pessoa humana, mas é necessário que ele também reconheça que o seu trabalho deve ser uma colaboração com o bem-estar de toda a humanidade.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2015_04_27_004

Talíta Carvalho: Como devemos vivenciar o dia de São José? Como nós, cristãos, devemos direcionar as nossas orações?

Monsenhor João Daiber: Acho que as nossas orações devem ser para aqueles que precisam de um trabalho. Devemos pedir a Deus para que o salário seja justo, que o trabalho não seja uma maneira de explorar as pessoas que necessitam de trabalhar. Devemos rezar para que nós, como trabalhadores, porque cada pessoa trabalha de uma forma ou outra. Professor não é trabalho manual, mas é um trabalho, padre é um trabalho, repórter é um trabalho; então, que cada um de nós reze para que sejamos justos no mundo do trabalho e que o nosso próprio trabalho possa contribuir para o bem de todos.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store