Notícias

Papa adverte para que Igreja não entre no “jogo político”

O Papa recebeu na manhã desta segunda-feira (27/04) os bispos do Benin em […]

RV2285_ArticoloO Papa recebeu na manhã desta segunda-feira (27/04) os bispos do Benin em visita Ad Limina. “Vocês são testemunhas do entusiasmo da Igreja no Benin”, escreveu o Papa no início da mensagem entregue aos bispos.

Francisco disse que este entusiasmo deve ser mantido, contudo recordou que o mistério cristão não é privilégio de uma elite mas de todos os fiéis. “Isso é essencial para que a Igreja no Benin possa resistir e superar os ventos contrários”, lembrou Francisco ao congratular os bispos pela vigília diante das agressões ideológicas e midiáticas.

Contribuição da Igreja africana

Ao citar o próximo Sínodo Ordinário das Famílias, que está marcado para outubro no Vaticano, o Papa agradeceu a mobilização dos bispos no engajamento das dioceses para refletir os temas propostos pelo Sínodo e trazer à Santa Sé importantes contribuições para o debate sobre a família.

“Eu sei que a Pastoral do Matrimônio ainda é um ponto difícil para vocês, considerando a real situação, social e cultural, do povo do Benin. Não percamos a coragem diante disso – exorta o Papa – mas perseveremos sem cessar porque a família que a Igreja defende é aquela da vontade de Deus”.

Diálogo Inter-religioso

Francisco destacou que o Benin é conhecido pela harmonia entre as diversas confissões presentes no país, contudo encorajou os bispos a manterem como prioridade o diálogo inter-religioso, “principalmente com o Islã”, sublinhou o Papa. “Promover a paz e a justiça é o papel fundamental da Igreja para garantir o desenvolvimento do Benin”, completou o Pontífice.

Política

Por fim, a mensagem destaca as boas relações do episcopado com as autoridades civis, para as quais a voz da Igreja é bem-vinda e muito apreciada. Todavia, o Papa advertiu aos bispos para que, mesmo tendo o apoio da Santa Sé para se fazerem presentes nas diversas realidades públicas da sociedade, tenham o cuidado de não entrar diretamente no jogo da política e nem em discussões partidárias. “A condução de assuntos públicos deve ser função dos leigos, a quem vocês têm o importante dever de formar e encorajar sem cessar”, concluiu o Papa.

Exortação Apostólica

A penúltima visita Ad Limina dos Bispos do Benin aconteceu em setembro de 2007. Em novembro de 2011, o Papa emérito Bento XVI visitou o país africano por ocasião da assinatura e da publicação da Exortação Apostólica Pós-Sinodal da Segunda Assembleia Especial para a África do Sínodo dos Bispos, Africae Munus.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store