Notícias

O trabalho das Irmãs da Copiosa Redenção

Vigária Geral da Copiosa Redenção, Madre Silvonete Aparecida Soares, fala sobre o carisma da ordem religiosa.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2015_05_04_001O trabalho pastoral em Trindade (GO) e a obra de evangelização da Associação Filhos de Pai Eterno (Afipe) contam com a colaboração das Irmãs da Copiosa Redenção. O Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 4, exibiu entrevista especial com a Vigária Geral da Copiosa Redenção, Madre Silvonete Aparecida Soares. Ela falou sobre o trabalho realizado nas províncias, de acordo com o carisma da Congregação, bem como ressaltou a satisfação e importância da parceria entre a ordem religiosa e a Afipe no trabalho de evangelização. (Assista ao vídeo abaixo)

Talíta Carvalho: Madre, como é o trabalho da Copiosa Redenção nas províncias?

Madre Silvonete: A Copiosa Redenção foi fundada há 25 anos, no município de Ponta Grossa, com a fundação de um padre redentorista, Pe. Wilton. O carisma da Congregação, o trabalho, nasce da adoração ao Santíssimo Sacramento e da recuperação das pessoas com dependência de drogas. Hoje, a Copiosa Redenção tem seis centros femininos de recuperação, que as irmãs estão trabalhando direto na recuperação de jovens. A Copiosa Redenção passou a atender primeiramente os rapazes, em comunidades terapêuticas, e depois, as próprias famílias também, pois a dependência de drogas afeta muito a realidade familiar. Depois, começamos a trabalhar com mães de bebês, hoje nós trabalhamos com mulheres grávidas, com bebês, os filhos acompanham as mães no processo de recuperação. Depois damos uma continuação, que prepara essa pessoa para reincluir na sociedade.

Talíta Carvalho: É um trabalho muito voltado ao próximo, não é mesmo? Essa preocupação em ajudar, com o bem-estar do outro…

Madre Silvonete: Nós entendemos que aquela pessoa não é um desajustado da sociedade, não entendemos que ela é uma pessoa que vive à margem da sociedade por uma escolha. Entendemos que essa pessoa sofre e que está crucificada na dependência da droga. Olhamos para ela como quem precisa ser acolhido em sua história de vida, na sua realidade de dependência. É diferente uma pessoa dependente do álcool de uma pessoa dependente do crack. Então, não é a toa que é a Copiosa Redenção, é uma redenção abundante que vai de encontro à vida daquela pessoa que sofre.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2015_05_04_002Talíta Carvalho: Aqui em Trindade, na Afipe, as irmãs da Copiosa Redenção realizam um importante serviço para a comunidade. Como a senhora vê esse tipo de trabalho, o trabalho que é prestado por elas aqui?

Madre Silvonete: Para nós é uma alegria muito grande, o trabalho que nós realizamos em parceria com a Afipe, com os Missionários Redentoristas. O nosso carisma tem uma extensão redentorista. A presença das nossas irmãs no serviço de acolhida das pessoas, aquelas que são associadas à Afipe, que têm todo um amor ao Pai Eterno, uma confiança. Muitas pessoas pedem orações pela realidade que vivem nas suas famílias. Isso está dentro do nosso carisma, que é de misericórdia, sempre de acolhida às pessoas nas suas dimensões mais diversas. Muitas pessoas ligam na Afipe e pedem para falar com as irmãs e elas escutam, orientam. Tem pessoas que já têm uma história de ligações. Na presença também, com os próprios funcionários da Afipe, tem o momento que as irmãs fazem de espiritualidade. Para nós é um trabalho muito edificante, para nós e para a Igreja.

Talíta Carvalho: Madre, antes de encerrar a nossa entrevista eu gostaria que a senhora deixasse uma mensagem para os filhos e filhas do Divino Pai Eterno.

Madre Silvonete: Obrigada pela oportunidade, Talíta. Eu gostaria de dizer para todos os filhos do Pai Eterno que o nosso Pai é um Pai que ama, que acolhe e não julga. Nós vivemos em um mundo de muitas aparências, e acabamos julgando as pessoas. Deus é o Deus que nos acolhe do jeito que nós somos, e a nossa santidade vai acontecer na nossa perseverança no amor de Deus.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno