Notícias

Cavaleiros de Piracanjuba visitam Vila São Cottolengo

Eles chegaram com doações de roupas e alimentos e foram recebidos com carinho pelos internos da Banda Luar.

DESTAQUE_CAVALEIROS_DE_PIRACANJUBA_VILA_SAO_COTTOLENGO_2015_07_03_004Foram dias na estrada até chegarem à Capital da Fé de Goiás para mais uma Romaria do Divino Pai Eterno. O grupo de 300 cavaleiros já tinha destino certo: a Vila São José Bento Cottolengo. Por lá, eles foram recebidos com muita alegria ao som da Banda Inclusiva Luar, composta por internos da instituição.

“A emoção é grande, é difícil controlar. É muito bom poder contar com essas pessoas. São tantos amigos que vêm juntos, contribuindo, colaborando”, disse o organizador da comitiva, Elis Marques.

Há 15 anos a comitiva sai a cavalo de Piracanjuba, interior de Goiás, e vem até Trindade durante a Romaria. Em um gesto de amor e solidariedade, durante todo o ano eles arrecadam doações, que são trazidas pra Vila São Cottolengo.

“Cada vez que a gente vem aqui organizamos uma comissão, pois tratamos com pessoas e cada uma tem uma habilidade e um pensamento diferentes, cada coisa que acontece é uma aprendizado”, completou o organizador.

Veja também:

DESTAQUE_CAVALEIROS_DE_PIRACANJUBA_VILA_SAO_COTTOLENGO_2015_07_03_001A comerciante Doroty Maria Oliveira de Souz, uma das integrantes da comitiva, falou sobre a alegria de chegar à Vila: “Sol, frio, poeira, carrapatos. Então, é muito sacrifício, mas um ajudando o outro, a gente vence tudo”.

Neste ano, os cavaleiros receberam um certificado em agradecimento pela colaboração à instituição. “Recebemos o grupo com muita alegria, sem dúvida alguma. Todos nós, tanto diretoria, como colaboradores, fazemos a acolhida ao visitante com muito carinho”, afirmou a Ir. Vanda Eliza Gomes, diretora primeira secretária da Vila São Cottolengo.

O cavaleiro Sebastião Correia Primo ficou satisfeito com o certificado. “Uma alegria imensa de receber isso”, disse.

Roupas e alimentos foram entregues com muito amor para os internos. “Assim como eles sonham e esperam a gente chegar aqui, nós também sonhamos. Ficamos com eles na mente, esperando essa acolhida, que é muito gratificante”, comentou Doroty Maria.

“Hoje eu estou muito feliz com essa visita”, comemorou o interno da Vila, João Batista.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno