Notícias

Santo Afonso inspira missão de Redentoristas

No sábado, dia 1º de agosto, a Igreja celebra Santo Afonso Maria de Ligório, doutor da Igreja.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2015_07_30_001No sábado, dia 1º de agosto, a Igreja celebra Santo Afonso Maria de Ligório, fundador da Congregação do Santíssimo Redentor. Doutor da Igreja, ele deixou um legado de escritos e estudos teológicos, e o exemplo de uma vida dedicada aos pobres e de muito amor a Jesus Cristo. Hoje, o carisma criado por ele conquista homens à vida missionária consagrada. No quadro Em Nome da Vida, do Programa Pai Eterno desta quinta, 30, saiba mais sobre os Missionários Redentoristas, que evangelizam e cuidam dos que mais precisam.

Santo Afonso de Ligório era um cristão fervoroso, de família nobre que se preocupava em educá-lo nos caminhos da fé. Foi músico, poeta, escritor e se formou em Direito. Por anos, se dedicou ao trabalho como advogado, mas houve um momento em que decidiu abandonar tudo e seguir a vida religiosa.

“Logo no início do sacerdócio de Santo Afonso, quando tirou um período de férias, ele foi para as montanhas em escala, mas não descansou, porque lá havia uma comunidade de pastores do campo que estavam abandonados, sem assistência religiosa. Foi quando o momento de férias se tornou uma missão em que surgiu a inspiração para fundar a Congregação”, explica Ir. Diego Joaquim.

Afonso de Ligório morava em um povoado na Itália. Os talentos que tinha, ele colocou a serviço do povo de Deus. Como forma de se dedicar ao trabalho com os pobres, ele fundou, em 1732, a Congregação do Santíssimo Redentor. O principal objetivo era evangelizar nas regiões de população abandonada. A vida de Santo Afonso foi marcada pela caridade e pela fé em Deus.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2015_07_30_002“A partir do seu jeito de ser, do seu estilo missionário, os redentoristas procuram, cada dia, responder as questões que o mundo nos apresenta, inspirados em Santo Afonso”, explica o Missionário Redentorista, Pe. João Paulo Santos.

Dentre as várias qualidades de Santo Afonso, estavam a bondade e a simplicidade. Suas pregações eram um conforto para quem ouvia. Ele foi um espelho para a formação do carisma redentorista: “O carisma se identifica por uma palavra chamada redenção. Como o mundo grita por salvação, a Congregação do Santíssimo Redentor nasce como uma resposta de salvação a este grito que nem sempre é ouvido”, diz Pe. João.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2015_07_30_004O seminarista Ênede Cordeiro conta que o interesse no trabalho missionário surgiu quando participava das novenas e missas em louvor a Santo Afonso. “Isso foi me suscitando uma vontade grande de ser Missionário Redentorista”, lembra. Pe. João conta que a vontade de seguir um caminho semelhante ao de Santo Afonso despertou ainda na infância. “Eu pude fazer a experiência da herança carismática deixada por Santo Afonso com os Missionários Redentoristas que moravam onde eu nasci”, diz.

Portador de uma doença degenerativa, Afonso Maria de Ligório faleceu aos 91 anos de idade. Foi canonizado em 1839 e declarado Doutor da Igreja. “Quando a gente celebra, a gente olha para o exemplo dele a experiência de redenção, renovando o nosso chamado iniciado por ele”, conclui Ir. Diego Joaquim.

Veja também: 

O Programa Pai Eterno vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store