Notícias

Vocação leiga: um chamado para a evangelização

Conheça as histórias de fé da catequista Dilma Maria e da ministra da Eucaristia Gildete da Silva.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2015_08_27_002O quadro Em Nome da Vida, exibido no Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 27, mostrou que o papel dos leigos na Igreja é muito importante, não só por meio do Sacramento do Matrimônio, mas pela responsabilidade de evangelizar. Cada vez mais pessoas têm assumido esse compromisso nas comunidades, assim como a catequista Dilma Maria Rezende Silva e a ministra da Eucaristia Gildete da Silva Duarte, que servem ao Pai por fé e amor. (Assista ao vídeo abaixo)

Dilma Maria é catequista há 15 anos. “Hoje, eu atuo com pré-catequese. Então, trabalho com crianças com menos de nove anos. Fazemos encontros com Jesus, para que elas aprendam a amá-Lo. Um amigo, quando encontra o outro, abraça, pois não é só a fé sozinha com Jesus, é preciso aprender a viver com os amigos e em comunidade. É neste sentido que trabalhamos na catequese”, explica.

Eles ainda estão dando os primeiros passos no Evangelho, mas já sabem a importância do que aprendem. “Acho importante aprender as coisas de Deus. Tudo que aprendemos, a gente tem passar de geração para geração”, afirma Carmem Caroline Costa Padilha, 8 anos. A colega Vitória Vieira Vitor, 8 anos, também gosta da catequese. “É muito bom!”, completa.

A única motivação da Dilma é o amor ao Pai Eterno. Ela conta que vem Dele o chamando, a força e a energia para se manter firme: “É realmente um chamado específico. No meu caso, a catequese. E arde no coração, não conseguimos ficar parado”.

Veja também:

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2015_08_27_005Cada um de nós tem uma vocação, um chamado do Pai Eterno. Por isso, existem várias formas de atuação para os leigos na Igreja. Outro exemplo é a Gildete da Silva Duarte, ministra da Eucaristia no Santuário Basílica do Divino Pai Eterno. Ela recebeu o chamado de Deus e há cinco anos vem cumprindo essa missão de servir o corpo e o sangue de Cristo para os devotos do Divino Pai Eterno.

Junto a vários outros leigos, ela faz parte do grupo dos Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão. A função de cada ministro é ajudar o celebrante na distribuição da comunhão. “Eu já tinha conhecimento como catequista da importância da Eucaristia, mas eu nunca imaginei um dia estar aqui, no lugar que estou, servindo. Nunca me passou pela cabeça, para mim era impossível, mas foi pela fé e por amor a Jesus”, conta.

Para ser um ministro, o leigo deve ter uma vida cristã e reconhecer a importância da fé para que possa servir na Igreja. A formação doutrinária também é importante já que o ministro pode realizar a celebração da Palavra. “É inexplicável. Você está tocando em Jesus, servindo Jesus aos fiéis, é maravilhoso. Recebemos muitas bênçãos durante a missa, durante a consagração acontecem coisas extraordinárias. Eu me sinto realizada, plena mesmo”, declara Gildete.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno