Notícias

Devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro completa 150 anos

A comemoração do Jubileu começa agora, em 2015, e termina no ano que vem.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2015_08_31_002O trabalho dos Missionários Redentoristas com a devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro está completando 150 anos. A comemoração do Jubileu começa agora, em 2015, e termina no ano que vem. O Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 31, exibiu entrevista com o Pe. Welinton Silva, que relembrou a história da devoção e falou sobre a programação prevista para o ano dedicado às comemorações. (Assista ao vídeo abaixo)

Douglas Branquinho: Padre, como aconteceu essa entrega do Ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro aos Missionários Redentoristas? Como começou essa história?

Pe. Welinton Silva: Na verdade, o Ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro tem origem ainda desconhecida, mas é certo que ele já existia em uma Igreja em Roma, a Igreja de São Matheus, cuidada pelos Agostinianos, antes da invasão napoleônica. Quando Roma foi invadida, esse Ícone foi levado para um convento, esquecido no fundo de uma casa religiosa, a Casa dos Agostinianos. Um coroinha, escutando o padre falar sobre o Ícone do Perpétuo Socorro, mais tarde se tornou padre e disse ao Papa sobre o desejo de fazer conhecida esta devoção e o Papa, então, confiou àquele padre, o Ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Esse coroinha, que se tornou padre, era um Missionário Redentorista, que na época se tornou Superior Geral da Congregação e recebeu a incumbência do Papa Pio IX: “Tornai-a conhecida em todo o mundo”.

Douglas Branquinho: Missão dada e missão cumprida?

Pe. Welinton Silva: Sim. E este ano, estamos completando 150 anos dessa missão recebida pela Igreja, da Igreja para com todos os redentoristas do mundo. Assim também, nós preparamos diversas celebrações, e não é à toa, que nós trouxemos para este tempo celebrativo, o tema do Ícone do Amor, Maria é o Ícone do Amor. O Ícone não é um quadro, não é uma pintura, é uma escritura. Quando você olha para um Ícone, você não só contempla, mas você lê o Ícone. Ele é cheio de significados profundos que nos apontam o caminho, a verdade e a vida, que é o próprio Jesus.

Douglas Branquinho: Um Ícone será trazido para o Brasil. Explica para nós como será essa questão e como serão as visitas também.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2015_08_31_001

Pe. Welinton Silva: Então, a exemplo do que os filhos e filhas do Pai Eterno já conhecem, nós teremos também a visita do Ícone Peregrino de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro para marcar as celebrações dos 150 anos da devoção de Nossa Senhora pelos redentoristas de todo o mundo. Aqui no Brasil, a União dos Redentoristas do Brasil confiou esta missão ao nosso querido padre Robson, e nós, como redentoristas de Goiás, assumimos com ele, este desejo do povo brasileiro de celebrar esses 50 anos. Então, o padre Robson já esteve em Roma, ele trouxe um Ícone abençoado do Santuário Internacional de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, que fica no mesmo lugar onde tinha a Igreja de São Matheus, e, hoje, é o Santuário Internacional. Esse Ícone será levado em todos os nossos lugares, onde há redentoristas e onde há a celebração da Novena Perpétua.

Douglas Branquinho: Como o senhor avalia, nestes 150 anos, o crescimento desta devoção que ganhou não só o Brasil, como o mundo todo?

Pe. Welinton Silva: Quando a gente fala de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, é uma devoção que começa mariana, mas que termina cristológica, pois a mão de Maria é uma seta, que aponta o caminho, a verdade e a vida, que é Jesus. Então, essa mensagem, as pessoas tomaram posse disso, os redentoristas souberam fazer disso um instrumento de evangelização e de alcançar corações para Cristo. É interessante, pois na Índia, na África, muitas pessoas se fazem cristãos depois de participarem da devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, antes mesmo de serem cristãos católicos. Às vezes, por tão pura e simplesmente se identificarem como filhos diante da mãe.

O Programa Pai Eterno vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store