Notícias

Educação e diversão por meio da oficina de pintura

Naclayton é educador social e ensina às crianças sobre a fé, o amor e a solidariedade por meio da arte.

DESTAQUE_DIVINA_ARTE_2015_09_07_007No Centro Social Redentorista (CSR), obra social redentorista apoiada pela Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe), são desenvolvidas muitas atividades destinadas à educação, e também diversão, das crianças. Naclayton Sousa é educador social e está na instituição há quatro anos. No quadro Divina Arte desta segunda-feira,7, ele mostrou o trabalho que desenvolve junto à criançada, na aula de pintura.

O dia é dedicado à pintura da ilustração do Divino Pai Eterno. “Potencializamos a criatividade, mas sem deixar de lado o amor a Deus”, explica Naclayton. Helen Fernanda Aguiar Prado, 12 anos, é uma das crianças atendidas pelo CSR e participa da oficina de pintura. “Pra gente, é muita alegria”, conta.

Felipe Rodrigues Godói tem dez anos e já entende a importância da brincadeira educativa: “É muito interessante, porque a gente está pintando a imagem do Divino Pai Eterno. O professor falou que a gente pode pintar como gostar, aí pintei como veio à minha mente, com bastante cor”.

Além da pintura, o educador conta que a evangelização acontece também por meio da música e de outras atividades diárias, como a escrita. “A gente desenvolve também o lado catequético, buscando a fé, o amor e a solidariedade”, explica. “É o desenvolvimento da criança, mas com amor a Deus”, completa.

DESTAQUE_DIVINA_ARTE_2015_09_07_006O colaborador exprime a sensação de trabalhar a fé junto aos pequenos: “A gente vê a diferença no crescimento íntegro da criança, uma vez que ela não desenvolve somente as capacidades cognitivas, mas, também, o seu emocional, de uma forma mais prazerosa. Para mim, desenvolver esse trabalho de amor é muito significativo, porque, aqui, eu também me doo a Deus como gratidão à vida”.

O trabalho como educador faz Naclayton se lembrar da trajetória no CSR: “Eu também fui assistido pela instituição e, hoje, posso retribuir todo esse carinho com os meus educandos”. E as crianças sabem bem como agradecer o aprendizado. “Aqui, eu aprendo muito sobre o Divino Pai Eterno”, diz Helen Fernanda. Felipe completa: “Ele protege, dá sabedoria, ajuda, dá força e eu gosto muito de aprender sobre o Pai Eterno”.

O desenvolvimento das crianças é percebido em pouco tempo. “Elas chegam tantas vezes desmotivadas da vida religiosa e, aqui, elas têm o contato com a oração e com a Palavra de Deus”, diz Naclayton. “Eu tenho muita fé no Divino Pai Eterno, pois, sem Ele, a gente não estaria aqui”, conta Helen. E conclui: “Peço ao Divino Pai Eterno que esteja sempre ao meu lado”.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store