Notícias

Matriz de Campinas recebe Visita do Ícone do Perpétuo Socorro

Celebração com Pe. Robson será domingo, 1º de novembro, às 17h30, com transmissão pela RedeVida de Televisão.

DESTAQUE_VISITA_DO_ICONE_PERPETUO_SOCORRO_2015_10_01_002Neste domingo, 1º de novembro, os devotos de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro da cidade de Goiânia (GO) vão acolher a peregrinação nacional do Ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, que será levado pelo Superior Provincial dos Redentoristas de Goiás, Pe. Robson de Oliveira, à Igreja Matriz de Campinas (Santuário Arquidiocesano de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Goiânia). A Visita faz parte da comemoração do Grande Jubileu dos 150 anos da entrega do Ícone Sagrado aos Missionários Redentoristas.

A Santa Missa, com o Pe. Robson de Oliveira, terá início no domingo, às 17h30, com transmissão ao vivo pela RedeVida de Televisão, para todo o Brasil. Uma equipe de louvor foi preparada para animar a celebração. Para o Missionário Redentorista e colaborador da Matriz de Campinas, Ir. Diego Joaquim, esse momento será de muita ação de graça: “O Santuário é um lugar que a Palavra de Deus é proclamada na cidade, pela força evangelizadora que ele tem na cidade de Goiânia. Por isso, será um momento especial”.

Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

A programação especial que está sendo organizada para a acolhida do Ícone no Santuário começou já na véspera do evento. Durante toda a tarde do último sábado, 31 de outubro, houve a contemplação do Ícone, uma forma também de celebrar os 15 anos de instalação do Santuário Arquidiocesano de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

A igreja realiza todas as terças-feiras a Novena Perpétua de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Cerca de 20 mil pessoas participam das 16 celebrações, de hora em hora, ao longo de todo o dia. Diante disso, a expectativa dos organizadores do evento é que milhares de famílias participem desse momento especial de fé e comunhão, com a participação do Superior Provincial. “Além de convidarmos os devotos durante as celebrações, pessoas da paróquia visitaram famílias da região convidando-as para participar da Visita”, comenta Ir. Diego Joaquim.

DESTAQUE_VISITA_DO_ICONE_2015_10_25_002História da Devoção

“Fazei que todo o mundo a conheça”. A história da devoção à Mãe do Perpétuo Socorro tomou grandes proporções a partir dessa frase, proferida pelo Papa Pio IX, em 1866, no momento em que ele confiou aos Missionários Redentoristas a missão de torná-la conhecida e amada em todo o mundo.

O símbolo de veneração a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, um quadro de autoria desconhecida, cujo original mede 53 cm x 41,5 cm, foi pintado no estilo bizantino da Igreja Oriental. Por trás da consternação de Maria, apresentam-se os símbolos da dor e da paixão que se aproximam do pequeno Jesus.

Em janeiro de 1855, os Redentoristas compraram, em Roma, a residência chamada “Villa Caserta”. Seria a casa central de sua congregação missionária, que já estava implantada na Europa Ocidental e na América do Norte. Justamente naquela área encontravam-se as ruínas da Igreja de São Mateus, destruída pela guerra.

Em 1863, um padre jesuíta perguntou durante um sermão: “Quem sabe onde foi parar um quadro de Maria que esteve na Igreja de São Mateus na rua Merulana, conhecido como Virgem de São Mateus, e mais propriamente Perpétuo Socorro?”. Assim, retomaram as buscas pelo quadro.

Depois de algum tempo, o Papa Pio IX determinou que o quadro voltasse para o local desejado na aparição da Santíssima Virgem, e proferiu ao Superior Geral dos Redentoristas que a devoção fosse levada aos quatro cantos do mundo.


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store