Notícias

Natal e Missa do Galo: Tempo de celebrar o nascimento de Jesus

Pe. Carlos Gomes explica detalhes da história e significado da celebração natalina.

DESTAQUE_VOCE_SABIA_2015_12_24_02Os símbolos natalinos marcam a espera pela chegada do Menino Jesus. Os enfeites deixam os ambientes bonitos para o dia da grande celebração. O quadro Você Sabia?, exibido no Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 24, explicou que hoje, véspera de Natal, é celebrada a tradicional Missa do Galo, que marca este dia histórico para os católicos do mundo todo. Ela acontece à meia noite do dia 24 de dezembro. (Assista ao vídeo abaixo)

O pároco da Catedral de Goiânia (GO), Pe. Carlos Gomes, contou mais detalhes da história que originou o nome da missa: “A Missa do Galo foi celebrada, pela primeira vez, no ano de 330 depois de Cristo. Diz a história que no momento em que a Eucaristia era celebrada, o galo cantou. Daí o nome Missa do Galo. Vale destacar também que o galo é um símbolo de vigilância, esperteza, de modo que é fundamental ter presente também a vigilância em nossa vida, a esperteza para conseguirmos visualizar o Menino Jesus nascer em nossos corações, sobretudo neste tempo tão especial, que é o Natal”.

Veja também: 

DESTAQUE_VOCE_SABIA_2015_12_24_04Ao final da celebração, as famílias, tradicionalmente, se juntam para a Ceia de Natal. Esta tradição está ligada à última Ceia de Cristo, ao lado de seus discípulos. Mas, muito mais do que se reunir em torno de uma mesa farta, a Ceia de Natal representa a unidade, a partilha e a fraternidade. “Reunir em família significa também remeter à época em que as famílias italianas se reuniam para partilhar as refeições. Também se tinha a tradição, nesse período do Natal, de acolher os viajantes e ao recebê-los, cearem juntos. Isso também faz referência à última ceia, em que o Senhor faz a refeição com Seus discípulos”, ressaltou Pe. Carlos.

É importante ressaltar o verdadeiro sentido do Natal. Devemos nos alegrar com a chegada do enviado por Deus para nos salvar. É dia de comemorarmos e, com a oração, nos aproximarmos do nosso Senhor Jesus Cristo. “O tempo do Natal já é um tempo propício, um tempo que nos faz mais solidários, nos torna mais sensíveis, de modo que a melhor preparação é tendo Jesus e permitindo que Ele nasça em nossos corações todos os dias, a partir de hoje, na sua vida também”, concluiu o sacerdote.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno


Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno