Catequese

Educação religiosa e formação humana

A pedagoga Júlia Eugênia Cury fala sobre a importância do ensino religiosos para crianças e adolescentes.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2016_02_01_002A convivência com a religião deve ser incentivada entre crianças e jovens. A entrevista exibida no Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 1º de fevereiro, abordou a iniciação da vida cristã na educação. Quem falou sobre o tema foi a pedagoga Júlia Eugênia Cury, diretora do Colégio Santo Agostinho, em Goiânia (GO). (Assista ao vídeo abaixo)

Talitta Di Martino: A religião está muito presente na educação das escolas católicas. Qual é a importância disso no processo de ensino?

Júlia Eugênia: A escola católica tem a sua marca. As congregações têm os seus carismas, e o ensino religioso, a educação religiosa é a marca essencial dessas escolas paralela, acompanhada do lado das ciências. Não se desfaz e não se separa fé e religião. A receptividade é tão tranquila quanto outra disciplina, até porque os alunos reconhecem nessa disciplina, o valor do conteúdo enquanto conteúdo e o valor para a sua formação moral, ética, pelo complemento da sua fé.

Talitta Di Martino: Como é que uma religião pode contribuir nessa educação de formação para cidadãos melhores?

Júlia Eugênia: O ser humano precisa de conhecimento, ele busca conhecimento. A religião, por outro lado, é também conhecimento. E a medida que ele atrela viver ou conviver com a ciência, mas busca paralelo a isso algo além do que é real. Há necessidade da gente buscar esperança, ir atrás daquilo que o criador nos proporcionou ou nos proporciona. Então, eu vejo e sinto que é uma responsabilidade nossa, confessionais católicas, o trabalho com este jovem, com esta criança que serão os futuros cidadãos do amanhã deste Brasil. Mostrar que toda ciência é bem-vinda, mas mostrar que junto à essa ciência há algo que eu preciso buscar além da ciência e aí é uma questão da fé, da religiosidade.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2016_02_01_003Talitta Di Martino: São os valores, não é mesmo? A fé ajuda na formação dos valores?

Júlia Eugênia: É preciso formar homem de bem e eles precisam buscar valores, que não são valores, eu acredito, que são aqueles que estão além da aparência. Você busca o transcendente, e assim, vai buscando essa formação. E nós, educadores, seguimos acreditando e desejando que o nosso ensino e as nossas escolas católicas tenham em 2016, um ano mais tranquilo, um ano em que possamos trabalhar ainda mais a formação dos nossos jovens, das nossas crianças, em função de um mundo diferente.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno