Catequese

Tempo Pascal: a alegria pela ressurreição de Jesus

Pe. Welinton Silva ressalta como a Igreja e os cristãos devem vivenciar os 50 dias após a Páscoa de Jesus.

DESTAQUE_ENTREVISTAL_2016_03_28_0001O Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 28, exibiu entrevista com o Missionário Redentorista, Pe. Welinton Silva, sobre o Tempo Pascal, que teve início ontem, Domingo de Páscoa, e segue até o Domingo de Pentecostes. O sacerdote falou sobre a importância deste tempo e ressaltou como os católicos devem vivenciá-lo. (Assista ao vídeo abaixo)

Talitta Di Martino: Como esse momento é definido no Calendário Litúrgico da Igreja?

Pe. Welinton Silva: O Tempo Pascal corresponde aos 50 dias entre o Domingo da Ressurreição e o Domingo de Pentecostes. É um tempo de alegria, de exultação, é a festa das festas da Igreja.

Talitta Di Martino: E as missas e celebrações? Como fica Liturgia da Palavra neste tempo?

Pe. Welinton Silva: De modo especial nas leituras bíblicas, e, sobretudo nos Evangelhos do Tempo Pascal, a gente percebe que Jesus se dá a conhecer, que Jesus ressuscita onde há o acolhimento à sua Palavra de Ressurreição, lá onde Ele pode prestar o seu serviço ao próximo, podemos dizer que Jesus ressuscita onde se vive o Novo Mandamento do amor.

Talitta Di Martino: Como é instituído o início do Tempo Pascal e quando Ele termina para nós?

Pe. Welinton Silva: É interessante, pois quem institui o Tempo Pascal é o próprio Jesus, é Ele quem institui essa Festa em relação a essa instituição da data da Páscoa é uma Festa Flexível, determinada pela Lua, como acontece no calendário hebraico. Na tradição cristão, desde o quarto século, a Páscoa cai sempre um domingo depois da primeira Lua Cheia, depois do dia 21 de março, início da primavera no hemisfério Norte, e outono aqui no hemisfério Sul. Os judeus celebram a Páscoa hebraica no dia 14 do Mês de Nissan. É provável que os cristãos até o segundo século depois de Cristo, também celebravam a ressurreição de Jesus nesta data.

DESTAQUE_ENTREVISTAL_2016_03_28_0002Talitta Di Martino: Padre, deixe uma mensagem para os nossos devotos para que eles vivam esse período com tanto fervor.

Pe. Welinton Silva: Santo Afonso, fundador dos redentoristas, ele nos ensina fazendo referências às festas sobre o paraíso, como nós somos felizes. Se a gente sofre, tudo que a vida nos impõe, mas na certeza da feliz ressurreição, é sinal de que nós acreditamos em um bem maior, que vamos celebrar uma festa maior, e que não estaremos presos às realidades presentes, mas existe um céu, uma festa a celebrar: a Páscoa de Jesus.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store