Doação

Roda de capoeira, alegria, solidariedade e amor ao próximo

Crianças e adolescentes participam de aulas que misturam esporte, cultura e educação.

DESTAQUE_ATITUDE_CRISTA_2016_05_16_002O Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 16, exibiu uma reportagem especial sobre o trabalho voluntário realizado pelo professor de capoeira, Takinha. Crianças e adolescentes com idade entre 4 e 16 anos, participam das aulas que misturam esporte, cultura e educação. O destaque foi do quadro Atitude Cristã. (Assista ao vídeo abaixo)

O tom do pandeiro, do atabaque e do berimbau dá início à aula. Todo mundo posicionado e o gingado começa. As aulas acontecem durante a semana e a Anna Julya Rodrigues Gomes, 7 anos, contou o quanto já aprendeu: “Eu já sei gingar, fazer descida básica. É ótimo ficar aqui e fazer capoeira”.

Uma mistura de música, arte marcial, cultura popular e esporte. Mas muito mais do que apenas a capoeira em si, na roda é possível encontrar alegria, solidariedade e amor ao próximo. A turma faz capoeira sem pagar nada por isso. Os ensinamentos são do professor Jeferson Fagundes, ou melhor, do Mestre Takinha. Um trabalho voluntário que ele faz pensando apenas em colaborar de alguma forma, com o crescimento das crianças e adolescentes. “Eu vim de um projeto social, do interior, de Jataí. Somos cinco irmãos, minha mãe não tinha onde nos deixar. Ela era gari e deixava a gente nesse projeto. Foi onde eu conheci a capoeira”, lembrou.

Veja também:

DESTAQUE_ATITUDE_CRISTA_2016_05_16_007Na roda do mestre Takinha só não tem lugar para as diferenças. Como bem disse Santo Agostinho “Na essência, somos iguais”. Prova disso é o Enzo, de 7 anos, que tem paralisia infantil. Ele não se diferencia em nada do restante do grupo e foi com o mestre Takinha que ele desenvolveu mais que o esperado, contrariando o que os médicos diziam. A mãe, Aline Massuda, falou com orgulho sobre o progresso do filho: “Ele começou a andar sozinho, solta o andador e dá vários passos sozinhos. O intelecto dele, a parceria, o jeito de conversar, o comportamento em casa, a animação dele, tudo mudou e ele está aí…lindo!”.

Apostando na capoeira como forma de mudança na vida dessas pessoas, o Jeferson investe seu tempo e coloca muito amor no que faz. Campeão mundial de capoeira, hoje ele atende cerca de 300 pessoas. “Meu objetivo é que eles consigam trilhar o caminho do bem, chegar a uma faixa etária de um entendimento de que o mundo não é só tristeza, também é alegria. Faça o bem, que essa geração vai receber o bem”, afirmou o professor.

DESTAQUE_ATITUDE_CRISTA_2016_05_16_003E essa dedicação toda não poderia ter resultados diferentes senão a gratidão por parte de quem fica nesse gramado aprendendo toda semana. “Aprendi várias coisas. Ele ensina não só de luta, mas sobre a educação. Os alunos aprendem a ter mais respeito pelos outros. Eu acho uma coisa muito boa, o coração bate forte. Acho muito bom estar aqui com o Takinha jogando, aprendendo. Isso é ótimo pra mim!”, declarou Welington Almeida, 13 anos.

A aluna Eduarda Evelyn Santos Rodrigues, 14 anos, contou que sua vida mudou após conhecer a capoeira: “Ela mudou muita coisa na minha vida. Eu estou mais disciplinada, fiquei mais incentivada para fazer as coisas. Eu venho, sinto uma alegria imensa, quando a gente chega, ele nos trata muito bem. O Takinha é muito legal com todo mundo, é um paizão para mim”.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store