Firme na fé para superar as dificuldades

Após perder o marido e três filhos, devota encontra forças no amor ao Divino Pai Eterno.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2016_05_26_003O quadro “Em Nome da Vida”, exibido no Programa Pai Eterno desta quinta-feira, 26, mostrou a história de vida e fé da aposentada Antônia Miranda Santana, uma devota fiel, que conheceu a devoção em Trindade (GO) alguns anos atrás. Mesmo com as dificuldades da vida, ela se manteve forte na fé. (Assista ao vídeo abaixo)

Antônia conheceu a devoção ao Divino Pai Eterno em Trindade por meio da irmã, que sempre trabalhava nas Romarias. “A minha irmã morava em Anápolis. Então, ela sempre montava barraca de restaurante e a minha mãe vinha com ela. Eu nunca pude vir, pois eu tinha que cuidar das crianças e do meu marido com câncer. Ele faleceu dia 29 de março, em junho eu já estava na Festa. Assinei, e me tornei devota. Desde então, não parei. Com fé em Deus, vou morrer devota na graça de Deus”, contou Antônia.

Há três anos, a aposentada decidiu que iria viver em Trindade, mais próxima do Santuário do Pai Eterno. “Eu vim para ficar mais perto da igreja do Divino Pai Eterno e poder participar mais. De longe, eu assistia pela televisão todos os dias. Fiquei aqui durante três anos, foi uma experiência muito boa, mas agora eu vou voltar por causa de problema de saúde. Se Deus quiser, e eu confio, que vou voltar saudável para Trindade”, afirmou.

Veja também: 

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2016_05_26_001Antônia teve cinco filhos mas, durante a vida, perdeu três deles. Hoje ela também é viúva. As perdas sempre foram muito difíceis, porém em instante algum ela desacreditou no propósito do Pai. “Apesar de todo sofrimento que passei, eu me considero uma pessoa feliz, pois eu sei que durante todas as minhas dores e dificuldades, Deus me carregou no colo. É a minha fé que me sustenta!”, ressaltou a devota.

Antônia tem a fé forte. Ela contou que já passou por muitos momentos difíceis na vida, mas sempre procurou enfrentar tudo amparada nos braços do Pai: “Confiando e segurando na mão de Deus. Nunca perguntei a Deus, nem em pensamento, o porquê de ter acontecido isso comigo. Eu sempre agradeço a Deus o tempo que Ele me deu a oportunidade de criar meus filhos e ter vivido com o meu marido”.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store