Catequese

Entrevista: agosto, Mês das Vocações

O Missionário Redentorista, Pe. Henrique Strehl, fala sobre a importância de celebrar as vocações.

DESTAQUE_ENTREVISTA_2016_08_01_003Na tradição popular, agosto é considerado um mês de azar. Mas, para nós que acreditamos no Pai Eterno, é um mês de muita esperança e alegria. A Igreja convida a celebrar e incentivar as vocações. Este tema foi destaque no quadro Entrevista, do Programa Pai Eterno desta segunda-feira.

Talíta Carvalho, repórter: Por que a Igreja escolheu um mês específico para celebrar as vocações?

Pe. Henrique Strehl, Missionário Redentorista: “O mês de agosto celebra, em primeiro lugar, dia 4 de agosto, São João Vianey, padroeiro dos párocos e sacerdotes em geral. Depois, dia 10, celebramos São Lourenço, que foi diácono. E Santa Rosa de Lima, missionária. Depois, Santo Afonso de Ligório, grande missionário, fundador da Congregação dos Redentoristas. Sobretudo, celebramos Maria, grande Missionária, Rainha dos Apóstolos, dia 15 de agosto. Por esse motivo, agosto foi marcado para conscientizar o povo de Deus sobre a necessidade de incentivar as vocações de modo geral”.

Talíta Carvalho: Como deve agir um cristão que recebe esse chamado de Deus?

Pe. Henrique Strehl: “A primeira coisa é rezar, tendo o apoio da família. Sem apoio, fica difícil. É uma graça muito grande ter pais que apoiam e manifestam vontade de que ele se consagra à vida religiosa”.

Talíta Carvalho: Além do apoio da família, é interessante procurar uma ajuda religiosa?

Pe. Henrique Strehl: “É importante o acompanhamento vocacional. E entrar no seminário, que é como uma sementeira, onde se formam aqueles que querem entrar no sacerdócio ou na vida religiosa. Aí, então, tem a orientação. É claro, tem que rezar, perseverar e não se deixar desviar, porque o mundo oferece muitos caminhos diferentes. Sem fé e compromisso com Jesus, a gente não aguenta”.

Veja também:

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store