Devoção

“É um dom que vem do céu”, afirma irmã da Copiosa Redenção

De Curitiba (PR), ela veio visitar Trindade e aproveitou para mostrar o seu talento musical.

DESTAQUE_ATITUDE_CRISTA_2016_09_09_002O talento musical da Irmã da Copiosa Redenção, Ir. Egli Cristina Paes Falchetti, foi destaque no quadro “Atitude Cristã”, exibido no Programa Pai Eterno desta sexta-feira, 9. De Curitiba (PR), ela mora na Comunidade Nossa Senhora das Graças e esteve em Trindade (GO) para visitar a Capital da Fé de Goiás. A religiosa contou que utiliza seu dom para evangelizar através da música. (Assista ao vídeo abaixo)

Ir. Egli sempre teve habilidades musicais. “Lembro quando eu era criança e eu já era envolvida dentro da Igreja, com coral, com as crianças tocando teclado, e dava aula de violão. O caminho da evangelização através da música começou assim: Eu tinha 14 anos, mais ou menos, e entrei em uma orquestra na minha cidade mesmo. Lá eu pude aprender os instrumentos de sopro. Então, fui me aperfeiçoando no sopro e sempre tocando dentro da Igreja, envolvida nos movimentos. Quando eu vim para a Copiosa Redenção, vim com toda essa bagagem musical. Meu maior sonho era ser musicista e sair tocando pelo mundo, viajando”, contou.

Veja também:

DESTAQUE_ATITUDE_CRISTA_2016_09_09_004Para a religiosa, o dom da música foi dado por Deus. “Ele foi tão misericordioso, grato a esses dons que eu pude exercer esses dons dentro da Copiosa, dentro do caminho da evangelização. Eu toco, canto e o mais bonito é que o instrumento de sopro é usado para momentos de cura. As pessoas são muito tocadas e elas vêm me contar que receberam uma cura através do instrumento. Eu recebo uma graça de Deus, por isso, pois eu tento rezar bastante; antes de tocar, peço que Deus me use, que não seja só a minha técnica embora eu não tenha muita, pois nunca fiz aula, nunca tive professores. É uma coisa muito simples, mas eu vejo que é Deus que age. Isso me dá uma sensação de felicidade, por saber que Deus que está agindo na minha simplicidade. Ele tem agido muito”, contou.

Ir. Egli se coloca a serviço da Igreja com sua música como forma de agradecimento ao Pai. “É uma graça, um dom que vem do céu. Não tem como explicar e não tenho a dimensão para entender o que faz a música na minha vida. Não tenho palavras para explicar. É uma alegria, uma gratidão. São vários sentimentos ao mesmo tempo. Às vezes, quando eu estou muito triste, eu pego o sax ou a flauta e vai saindo o som. Tenho que tocar sempre como forma de gratidão por tudo que Deus me dá, que são esses dons que eu coloco a serviço da comunidade e do próximo. Pretendo continuar tocando até Deus pedir para parar”, concluiu.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store