Evangelização

Penitência: prática na Quaresma

Casal é exemplo de católicos que fazem jejum como forma de reconhecer o sacrifício que Jesus fez pela humanidade.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDAL_2017_02_15_002A Quaresma é um tempo de caminhar para a conversão. Através dos gestos de oração, os cristãos podem vivenciar o tamanho do amor de Cristo pela humanidade. O quadro Em Nome da Vida, exibido no Programa Pai Eterno desta quarta-feira, 15, mostrou que a penitência e o jejum também são gestos comuns no período. (Assista ao vídeo abaixo)

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDA_2017_02_14_001“Nós recordamos este tempo de penitência, de mortificação na nossa vida. No jejum vamos desligar das coisas do mundo, oferecer a Deus o sacrifício. Não significa que esse sacrifício é algo que vai doer no nosso coração, na nossa vida. É um sacrifício que nós vamos fazer por conta própria para que a gente possa ter um crescimento espiritual maior ainda”, explicou Pe. Abdon Dias Guimarães.

Na casa do Carlos Alberto Lúcio e da Maria Aparecida Gondim Lúcio o costume é fazer o jejum durante a Quaresma e prolongar pelo resto do ano. Durante o período quaresmal, eles ficam sem comer carne as quartas e sextas-feiras. “Tem aquelas pessoas que não podem ficar em comer. Então, podem fazer outra penitência. É muito válido fazer aquilo que você pode”, comentou Carlos.

De acordo com Maria Aparecida, a Quaresma é tempo de lembrar o que Jesus fez. “Sempre nos traz esses momentos de viver mais, revivendo aquilo que Jesus fez por nós. Ele deu a vida para nos salvar”, declarou.

Veja também:

A prática do jejum e da penitência durante a Quaresma é uma forma de fazer com o que os cristãos se aprofundem nesse tempo em que a Igreja nos conduz à Páscoa, a Ressurreição do Senhor. “A gente precisa renovar o nosso interior para ganhar algo maior ainda, que é a vida espiritual muito mais fortificada”, comentou Carlos Alberto.

Os sacrifícios não devem ser vistos como algo difícil ou como um castigo, mas como uma forma de demonstrar o amor a Jesus Cristo. “Mortificando de alguma coisa, renunciando, nós estamos oferecendo muito mais a nossa vida a Deus e dizendo: ‘Depois que terminar este tempo, eu tenho a certeza de que eu cresci um pouco mais’”, pontuou Pe. Abdon.

DESTAQUE_EM_NOME_DA_VIDAL_2017_02_15_002Para Carlos Alberto, o sentimento de se dedicar mais na Quaresma é especial. “Quando você pega esses 40 dias para se dedicar mais pra igreja, oração, para junto com a família passar isso para os filhos, você vê o tanto que você cresceu como família, como cristão, católico”.

“Por mais que gente tá caminhando na Igreja essa é uma época que a gente aproxima mais de Deus, das coisas de Deus”, completou Maria Aparecida.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno