Devoção

Balanço Romaria 2017 na Capital da Fé de Goiás

Devotos visitam Trindade, pagam promessas, fazem penitência, rezam e retornam às suas casas, renovados pelo amor do Pai.

A Romaria do Divino Pai Eterno chegou ao fim no domingo, 2 de julho. Os números mostram um balanço positivo da Festa que aconteceu de 23 de junho a 2 de julho. De acordo com o balanço feito pela Polícia Militar, juntamente com o Corpo de Bombeiros e o Santuário Basílica de Trindade, nos dez dias de festividades, aproximadamente 2,9 milhões de pessoas passaram pela Capital da Fé de Goiás,  superando as expectativas. Em 2016, o balanço final foi 2,7 milhões, durante o mesmo período.

Segundo o reitor do Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, Pe. Edinisio Pereira, desde o primeiro dia de Festa foi notório o aumento de fiéis: “Estamos muito contentes, não só pelo número, mas porque a Festa foi muito bonita e tranquila. Portanto, temos a certeza de que os romeiros, filhos e filhas do Pai Eterno, saíram renovados”.

O tema deste ano foi “Maria: serva humilde fiel ao Pai Eterno”, escolha inspirada na celebração do Ano Nacional Mariano proclamado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), em comemoração aos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, no Rio Paraíba, em São Paulo.

A Romaria é um momento de fé e gratidão, em que milhares de devotos vêm de todo o Brasil para deixar a sua homenagem ao Divino Pai Eterno. Ao longo dos dez dias foram realizadas 115 missas, 45 novenas, 11 procissões e 30 orações do terço, além de alvoradas, vigílias, centenas de batizados e milhares de confissões.  Foram realizadas celebrações de hora em hora no Santuário Basílica e na Igreja Matriz para atender a demanda de fiéis. Padres e religiosos de todo o Brasil estiveram presentes colaborando nas celebrações.

Os devotos vêm a Trindade, pagam promessas, fazem penitência, rezam e retornam às suas casas, renovados pelo amor e a misericórdia do Pai.

História da devoção

A devoção ao Divino Pai Eterno em Trindade (GO) teve início por volta de 1840. A história narra que o casal Constantino e Ana Rosa Xavier encontrou, enquanto trabalhava na lavoura, um Medalhão de barro de aproximadamente 8 cm com a estampa da Santíssima Trindade – Pai, Filho e o Espírito Santo – coroando Nossa Senhora. Eles beijaram a Imagem, levaram-na para casa, colocaram-na em um altar e deram início à oração do terço em família e depois também com os vizinhos. A notícia rapidamente se espalhou, juntamente com uma sucessão de milagres.

Hoje, a Romaria do Divino Pai Eterno, que teve início ali naquele gesto simples de fé e devoção a Deus Pai, é o maior evento religioso do Centro-Oeste, o segundo maior segundo do Brasil e a maior festa do mundo dedicada ao Divino Pai Eterno. A cada ano, a cidade recebe aproximadamente 4 milhões de romeiros, sendo a maioria durante a Festa de Trindade.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno