Evangelização

Entrevista: família, cerne da Igreja Católica

“Nós não conseguimos viver sem Deus na nossa casa, porque a nossa casa é movida por Ele”, diz psicóloga.

A família é o cerne de todas as vocações da Igreja Católica. Nossa equipe conversou com o Diácono João Carlos e a esposa, Maria Luiza da Silva Medeiros, ambos psicólogos e missionários. Eles realizam um bonito trabalho junto às famílias.

Talitta Di Martino: Infelizmente existem muitas separações na comunidade. Tanto nas relações conjugais, quanto nas afetivas, de modo geral. Para vocês, o que pode ser feito para que a separação seja evitada, e para que as famílias sejam cada vez mais unidas?

João Carlos Medeiros: “Um casal que não tem Deus como centro é muito difícil. O relacionamento a dois já é difícil, então eu preciso de uma argamassa para nos unir ainda mais. Essa argamassa que pode nos colar mais, é a presença do Pai na nossa vida. Então eu preciso de Deus na minha vida para que eu possa acreditar que o casamento pode ser construído.”

Talitta Di Martino: O discernimento da presença de Deus ajuda muito vocês nisso…

Maria Luiza da Silva: “Nós não conseguimos viver sem Deus na nossa casa, porque a nossa casa é movida por Ele. Eu e João Carlos acreditamos na providência. A família deve acreditar que o Pai é provedor, que Ele não desempara, porque, assim, até a ansiedade é menor. Ele não corre atrás do dinheiro como se fosse o mais importante, porque ele acredita que Deus vai dar o necessário. Isso tranquiliza nosso coração e nossa vida. A família que acredita em Deus, forma os filhos com valores. A família que leva os filhos para Deus, os filhos são melhores.”

João Carlos Medeiros: “Então, se eu tenho um sentido maior na vida, que é Deus, fica mais fácil enfrentar o problema, ser paciente com ela (a esposa) quando está nervosa. Ser paciente com ele (o esposo), quando este está nervoso. Ser paciente com os filhos. Porque tem alguém maior que vai me dar essa paciência. Nós acreditamos nisso.”

Talitta Di Martino: Para terminar, gostaria que cada um deixasse uma mensagem sobre viver em família. Sobretudo, sobre acreditar na família.

João Carlos Medeiros: “Família, não desista. Não desista das  pedrinhas que estão à frente. Para você não desistir, deve olhar para o alto. tem que ir para frente e para o alto. Se eu olho pro alto e vejo à minha frente as pedras, eu consigo transcendê-las. Mas não sozinho, porque eu escolhi uma pessoa para estar ao meu lado. Então eu vou conversar com essa pessoa e pedir que também não desista. Não desista, porque eu preciso amadurecer enquanto humano, homem, e é minha esposa e meus filhos que ajudam.”

Maria Luiza da Silva: “Você falou tudo que eu queria… (risos) Só quero ressaltar que não é fácil ser família, como não é fácil nenhum relacionamento é. Mas eu acredito nela e, quando você começa a nutrir isso dentro de você, você vai lutar para manter. Papa João Paulo II dizia que aquele que não se decide amar  para toda a vida, deveras não amará um único dia. Então, se alguém não se decide amar para sempre, ele não vai amar um dia ao menos.  A gente precisa se decidir para sempre por nossa família. Vale a pena.”

Veja também:

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS



Faça parte desta família

Baixe o aplicativo Pai Eterno


Google Play
App Store
© Copyright, Afipe - Associação Filhos do Pai Eterno