Devoção

Especial Santo Afonso Maria de Ligório

Pe. Bráulio Maria fala sobre a importância deste Santo, que teve a vida marcada pelo trabalho e dedicação aos necessitados.

Fundada em 1732, a Congregação do Santíssimo Redentor surgiu trazendo a pregação das missões populares para as comunidades mais simples e abandonadas de Nápoles, na Itália. Como fundador, a Congregação teve Santo Afonso Maria de Ligório, que ouviu o chamado de Jesus por meio dos pobres. Este assunto foi destaque no Programa Pai Eterno desta terça-feira, 1º de agosto.

“O carisma redentorista foi dado por Deus a Santo Afonso Maria de Ligório e foi herdado por nós, Seus filhos espirituais, membros da Congregação Redentorista”, explicou Pe. Bráulio Maria Pereira, Missionário Redentorista.

Dia 1º de agosto celebramos a Memória de Santo Afonso, um santo bispo e doutor da Igreja. Nascido em Nápoles, na Itália, em família nobre, renunciou à herança e a todos os títulos de nobreza. A escolha de vida foi por colocar todos os seus dons a serviço de Cristo, até que, então, fundou a Congregação do Santíssimo Redentor. “Ele (Santo Afonso) definiu, com sua própria experiência de fé, com sua própria força de vontade em buscar o desejo de Deus, para concretizar isso. Foi a forma que ele encontrou de apresentar, tanto aos confrades daquela hora inicial da Congregação, como também para a Igreja, ao escrever as regras, a nossa constituição de vida, como deveríamos viver esse carisma e configurá-lo no dia a dia da vida de um redentorista”, ressaltou Pe. Bráulio.

A vida deste Santo foi marcada pelo trabalho e dedicação aos necessitados. Anos de trabalho junto aos pobres e muitas dificuldades. Porém, com persistência, conseguiu contagiar muita gente e fundar a Congregação do Santíssimo Redentor, que, hoje, leva o amor de Deus a milhares de famílias. “Alguns sacerdotes diocesanos estiveram próximos a Santo Afonso no começo e decidiram, junto com ele, fundar, dia nove de novembro de 1732, após rezarem a novena do Espírito Santo, a Congregação. Mas Santo Afonso ficou sozinho e apareceu alguém muito importante, que foi o Ir. Vito Curcio, italiano da região que decidiu estar com Santo Afonso e formar a primeira comunidade redentorista na cidade de Scala”, contou o padre.

Pe. Bráulio é Missionário Redentorista, uma escolha inspirada pela história de Santo Afonso. “Fui convidado a fazer um dos encontros vocacionais e tive o primeiro contato com Santo Afonso, sua história e a história da congregação. Essa experiência marcou minha vida, porque, ao ver a grandiosidade de Santo Afonso, tanto durante o primeiro contato, quanto ao longo da minha história vocacional, da minha formação dentro do seminário, eu pude ficar maravilhado com seu jeito missionário de ser e anunciar o evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo”, disse.

Este dia é dedicado a Santo Afonso, que faleceu aos 91 anos de idade, deixando um grande legado de vida religiosa. “É celebrar um grande devoto à Santíssima Virgem Maria, um grande seguidor de Nosso Senhor, Jesus Cristo, um grande escritor, grande poeta, grande músico. Enfim, um grande homem de Deus, que deixou um legado, uma herança espiritual para nós, ainda nos dias de hoje”, concluiu Pe. Bráulio.

Veja também:

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store