Educadores sociais participam de encontro de formação

Momento foi marcado por reflexões, orações e palestra de orientação para início do semestre nas Obras Sociais.

As atividades nas Obras Sociais Redentoristas foram retomadas na última segunda-feira, dia 31 de julho. Mas antes disso, os educadores sociais passaram por dias dedicados ao conhecimento.  O encontro de formação foi destaque no quadro “Em Nome da Vida”, exibido no Programa Pai Eterno desta quarta-feira, 2. (Assista ao vídeo abaixo)

De acordo com o diretor das Obras Sociais, Pe. Reinaldo Martins, a formação sempre acontece no início de cada semestre para preparar os educadores. “É para que eles possam ser renovados no espírito, na alma e possam se capacitar também no nível profissional para atender bem os nossos assistidos”, afirmou.

As oficinas e atividades de capacitação aconteceram no Complexo Cespe/Cescam. A psicóloga Kamila Dourado ministrou uma palestra aos educadores sobre a importância de conviver com as diferenças. “É importante pensar nisso como uma forma de agregar conceitos, valores e respeitando a particularidade de cada um. A gente respeita o que conhece, por isso que é importante trabalhar essas temáticas”, ressaltou.

Veja também:

Foram três dias inteiros dedicados à troca de experiência, aprendizado e aperfeiçoamento na área religiosa já que a evangelização é um dos pilares das Obras Sociais Redentoristas. “Por isso este momento de oração, formação para que eles possam levar esse amor de Deus, a todas aquelas pessoas que nos procuram. Por isso, sempre abrimos com momento de oração. Nesta formação, de modo especial, será entregue uma Bíblia para cada colaborador das Obras Sociais, pois o fundamento pilar do nosso trabalho social é a nossa fé, que tem que ser transformada em obras, de forma visível para os pobres, abandonados, conforme o carisma recebido de Santo Afonso”, pontuou o diretor.

Juntos, os educadores de todas as Obras Sociais puderam aprimorar o trabalho e renovar os conhecimentos. Assim é possível que cada um tenha um atendimento de excelência. “Quem está do lado de fora sabe o quanto a Obra é importante, quantas crianças dependem disso e de repente o futuro delas está aqui. Então, quando estou bem capacitado para acolher, eu posso fazer a diferença na vida de uma criança”, explicou a psicóloga.

Durante os dias de capacitação, alguns momentos foram reservados para a oração. Dias em que os profissionais puderam se preparar ainda mais, na fé e no conhecimento, para essa semana de volta às atividades. “Essas atividades nos engrandecem profissionalmente e pessoalmente, pois diz respeito ao nosso trabalho, formação e a nossa capacitação individual para tratarmos com nossos educandos”, declarou a educadora social Tatielly Galdino.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store