Evangelização

Entrevista de hoje: Agosto é o Mês das Vocações

Pe. Walmir Garcia dos Santos fala sobre o chamado de Deus na vida dos cristãos.

Agosto é o Mês das Vocações de acordo com o Calendário Litúrgico. São as vocações que movimentam a Igreja Católica. A partir delas, a mensagem do Evangelho, o amor de Deus e a Boa Nova de Jesus Cristo resistem ao tempo e são repassadas de geração em geração. Todos são convidados a servir, seja integrando as congregações na vida religiosa, ou sendo leigo a serviço da Igreja. Vocação foi o tema da entrevista com o Pe. Walmir Garcia dos Santos, exibida no Programa Pai Eterno desta segunda-feira, 7. (Assista ao vídeo abaixo)

Talíta Carvalho: Por que a Igreja escolheu um mês para celebrar as vocações e quais seriam as vocações?

Pe. Walmir Garcia: A Igreja sempre escolhe temas, sejam mensais ou anuais, para levar as pessoas a uma conscientização maior daquilo que é responsabilidade do cristão em viver a sua fé. E a vocação, um chamado de Deus que deve ser alimentado em nós essa certeza de que Deus nos chama, claro que dentro das vocações específicas que a Igreja nos oferece e nos leva a refletir, é a vocação do sacerdote, a vocação à vida religiosa, do religioso, seja padre, irmão ou irmãs consagradas, e a vocação do catequista, o leigo consagrado, que oferece a sua vida para a missão e a vocação do pai e da mãe, que é a vocação à família. Claro, que os desdobramentos são inúmeros.

Talíta Carvalho: Para a Igreja é muito importante celebrar as vocações, não é mesmo, padre?

Pe. Walmir Garcia: Sim, muito importante celebrar, meditar, refletir e levar a consciência de cada um de nós de que Deus nos chama para uma missão, seja ela em que nível for, em que profissão for, para fazer o bem. É isso que Deus quer, que nós façamos o bem.

Talíta Carvalho: Tem uma passagem bíblica que fale sobre as vocações e o chamado de Deus na vida de cada um?

Pe. Walmir Garcia: Tem várias passagens. Por exemplo, Jeremias, capítulo 1, que nos fala da vocação do profeta Jeremias, que é até interessante, que o profeta recebe o chamado, o consagra dentro do ventre materno e ele diz que ainda é muito jovem, não dava conta de falar e Deus disse: ‘Basta você acreditar que eu estarei com você’. Então, é uma forma, uma passagem bíblica muito clássica.

Talíta Carvalho: Padre, como um cristão deve agir diante de um chamado de Deus para alguma missão?

Pe. Walmir Garcia: Devemos comparar a resposta que nós devemos dar à resposta que Maria deu. Maria quando recebeu o chamado de Deus, no Evangelho São Lucas, fica perturbada, mas dá um sinal para Deus dizendo assim: ‘Já que o Senhor me chama, confia em mim, então, eis-me aqui. Eu sou serva’. Então, a nossa resposta, ou a nossa postura, diante do chamando é dar o nosso sim a Deus, sabendo que a nossa vida, limites, imperfeições, podem ser moldadas pela graça de Deus que me oferece, que me chama para uma missão e eu dou o meu sim.

Talíta Carvalho: Qual é a mensagem que o senhor deixa para quem está em casa diante do chamado de Deus?

Pe. Walmir Garcia: Eu sempre gosto de dizer às pessoas que Deus nos chama através de acontecimentos, até de desgraças, calamidade que acontecem no mundo. Então, nós somos despertados. Eu digo para que todos estejam atentos, vigilantes, com os olhos da fé abertos.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store