Devoção

Chamado de Deus

Aqueles que optam por seguir a vida religiosa têm como objetivo principal fazer a vontade do Pai.

A vocação religiosa é um chamado de participação mais fiel aos ensinamentos do Pai Eterno. Ela requer uma série de renúncias e decisões que são consideradas pela Igreja como uma convocação de Deus para se dedicar às missões religiosas e ao cuidado com os irmãos. Durante todo o mês de agosto, a Igreja celebra as vocações para, assim, resgatar as pessoas e ajuda-las a discernir sobre o verdadeiro chamado de Deus para sua vida. Especialmente, àquelas que possuem características para a vida religiosa ou sacerdotal.

De acordo com o promotor vocacional da Província de Goiás, o Missionário Redentorista Fr. Auro Marques de Oliveira, “A vida religiosa consagrada é uma participação especial na vida da Santíssima Trindade e na sua autodoação, mas é, sobretudo, a vida de Jesus de Nazaré, o Cristo, e Seu projeto do Reino, o modelo dessa vida”.

Segundo o frater, o trabalho da equipe vocacional dos redentoristas cuida para que esses sinais de vocação sejam reconhecidos: “Temos como função, despertar as qualidades e os sinais de vocação. E, ainda mais, despertar a generosidade em oferecer a Deus aquilo que a nós é mais valoroso: a própria vida, para viver o seu projeto do Reino de Amor”.

Vocação religiosa

Para entrar para a vida religiosa, alguns passos devem ser seguidos, de forma que esta vocação seja percebida pelos interessados. O missionário explica que dentro da Congregação do Santíssimo Redentor, é preciso que o jovem participe de cinco encontros vocacionais no decorrer do ano para, assim, a equipe vocacional acompanhá-lo e ajuda-lo a encontrar o seu caminho.

Esses encontros são feitos com o objetivo de anunciar e promover o chamado de Deus à vivência do Reino, ajudando os jovens a descobrir e discernir suas aptidões vocacionais, seja na vida religiosa, sacerdotal, matrimonial ou leiga. O importante é que ele entenda a sua missão e não deixe de viver o Evangelho para seguir Jesus Cristo Redentor e, de acordo com o carisma redentorista, pregar a Palavra de Deus aos pobres.

Após esses encontros, o Conselho de Formação da Província de Goiás, convida os jovens participantes que possuem os sinais da vocação a dar um passo a mais, ingressando no Seminário. “Nesta nova etapa, eles receberão uma formação específica mais aprofundada sobre vocação, carisma, espiritualidade e missão dos redentoristas; e continuarão o processo de conhecimento de si mesmos e o discernimento de sua vocação à vivência e anúncio do Reino de Deus ao modo de vida religiosa consagrada redentorista”, explica Fr. Auro.

Para ingressar ao seminário, a Constituição Redentorista pede que, no geral, o jovem tenha no mínimo 15 anos, cursando o Ensino Médio e idade máxima de 30 anos, concluído o Ensino Médio ou cursando algum curso superior. Os que entrarem mais jovens, podem finalizar os estudos e ir avançando junto aos seminários que são divididos por fases.

Missão

A Província Redentorista de Goiás, hoje, atua em Mato Grosso, Tocantins, Goiás e Distrito Federal, tendo presença também no Estado do Amazonas, e no exterior: Suriname, Portugal e Itália. A missão dos redentoristas é sempre levar os ensinamentos de Deus através de diversas atividades desenvolvidas com a comunidade por diversas frentes de missão, santuários, comunidades ribeirinhas, paróquias, nos meios de comunicação através de rádios, televisão e obras sociais.

 

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno




Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store