Devoção

Uma história de fé, amor e devoção ao Pai Eterno

Célia Bueno é devota desde a infância e, hoje, aos 77 anos, é grata ao Pai Eterno por tantas graças recebidas.

O quadro “Em Nome da Vida”, exibido no Programa Pai Eterno desta terça-feira, 15, contou a história de devoção da aposentada Célia Bueno, de Goiânia (GO). Devota desde a infância, ela é grata ao Pai Eterno por tantas bênçãos já recebidas em sua vida e sua família. (Assista ao vídeo abaixo)

Célia contou que quando criança, ela e seu irmão já frequentavam missas em Trindade: “Vínhamos com os nossos pais de carro de boi para Trindade no festejo. Então, desde menina eu sou devota do Pai Eterno”.

E foi assim que Célia aprendeu a amar e ter fé no Pai Eterno. Formou-se em Enfermagem e mesmo trabalhando em outras cidades do país nunca deixou de visitar Trindade. “Eu morava em Porto Nacional, era enfermeira lá, e mesmo que a diretora não permitisse que eu ficasse muitos dias lá, eu vinha pelo menos para assistir ao último dia da novena, mas nunca faltei, até hoje, com 77 anos, nunca faltei a Festa do Divino”, disse.

Hoje, ela mora em Goiânia, enfrenta algumas limitações da idade, mas nunca deixa de ir a Trindade aos domingos. Por vários anos, a aposentada fez questão de homenagear o Pai Eterno de uma maneira muito especial. “Entrei na Igreja descalça e sempre de joelho. Eu fazia por amor ao Divino Pai Eterno, não era voto, era amor”, disse.

Veja também:

Célia já alcançou muitas graças. O irmão Dário estava internado em estado grave e bastou uma visita dela ao Santuário Basílica para que começasse o processo de recuperação. “Ele ficou quatro dias sem conversar. E eu fui aos pés do Divino Pai Eterno e pedi que Ele nos desse a graça, para que o meu irmão não morresse sem ir a Igreja confessar seus pecados e dar graças a Deus. Foi o prazo de falar, que no outro dia ele já estava falando, já foi para a enfermaria e já veio aqui para casa, e graças a Deus está bom”, relatou.

A devoção ao Pai Eterno, ela vai passando para toda a família. Com o seu testemunho de fé vai convertendo a todos e mesmo com tantas graças alcançadas, ela reconhece que o Pai Eterno sabe do que Seus filhos precisam e que, para Ele, tudo tem o tempo certo. “Muitas vezes eu peço as coisas, mas essa não é a vontade do Pai. Quando eu peço eu falo que só quero receber se for da vontade Dele”, afirmou.

O Programa vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 7h45, com reapresentação às 10h45. Você pode acompanhar todas as edições pelo Canal Pai Eterno, no YouTube, e também assistir pelo portal paieterno.com.br, na página do Programa Pai Eterno.

Deixe o seu Comentário


Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site, e podem passar por moderação.

TV Pai Eterno

MATÉRIAS RELACIONADAS






Baixe o aplicativo Pai Eterno

Google Play
App Store